Valdir Oliveira

“Nenhuma conquista é plena, toda luta é um processo que se renova a cada geração. O papel de cada um não é o de transformar de forma definitiva o mundo, mas intervir sempre, sistematicamente, de alguma maneira, na construção da história!” – (Valdir Oliveira)
[ Fonte (frase): “O Rei do Zodíaco” – Polys Editora, 2009 ]

“Escrever é para mim a possibilidade de vivenciar experiências em diferentes ambientes e circunstâncias, dada a amplitude de condições em que se inserem os personagens, seja em contos, poemas, romance ou mesmo em peças e roteiros televisivos e cinematográficos!”  – (Valdir Oliveira)                                                                                                                                                                                                                                                                                        [ Fonte: http://www.ufpe.br/agencia/index.php?option=com_content&view=article&id=44130:jornalista-da-tvu-assume-cadeira-na-academia-olindense-de-letras&catid=46&Itemid=72 ]

PERFIL

* Nome completo: Valdir Oliveira Santos;
* É natural de Arapiraca/AL;
* Vive entre Recife e Olinda/PE desde 1980;
* Cursou Comunicação na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco);
* Tem registros profissionais de publicitário, radialista, jornalista e artista, além de Especialização e Mestrado em Comunicação;
* É professor universitário desde 1998 e
* Escreve para crianças e adultos tanto livros como histórias (roteiros) de cinema e televisão.

BIOGRAFIA VISUAL
Por Valdir Oliveira

Meu nome não é João, mas quase que ia sendo. A ideia foi da minha parteira, dona Dudu, minha avó, que apertou o ventre de minha mãe e de lá retirou um “bruguelo” no dia 22 de junho de 1960,no bairro Cavaco da cidade de Arapiraca, Alagoas.
Era véspera da fogueira de São João e no dia seguinte eu já estava sendo aquecido pelo clima junino. Mas junho é também um tempo de roça, e não demorou tanto para que eu me adentrasse nos canteiros de milho, feijão, mandioca, batata doce, algodão e, principalmente de fumo.

Foi assim por muito tempo, sempre ao lado dos meus irmãos que não paravam de nascer. Acho que sou o sétimo mas, além de mim nasceram mais doze. Nenhum galã de cinema, mas todos com sua beleza brejeira, aquela que vem de dentro e que herda dos pais a essência da boaventura.

Adelaide, Vera,  mãe Jaci com Cíntia nos braços, pai Sílvio, Mena, Valfredo, Jorge, Valdir, Vilma, José, Silvan, Sílvio, Gilmar (muitos estavam por vir)

                                                                                             Do mais alto ao mais baixo: Valdir, Gilmar, Silvio, Silvan e José.

Sentei no banco da escola pela primeira vez aos 7 anos. Os meninos apelidavam de Escola Cata Gogo, mas logo fui para o Grupo Escolar Artur Ramos, no mesmo bairro onde nasci. Passei a conviver com as páginas dos cadernos, os livros, ali e na Escola de Segundo Grau Quintela Cavalcanti…

Início da Vida Escolar

Aos 13 anos fui ser escoteiro e lá aprendi a conviver com garotos da minha idade que, inclusive, se tornaram a plateia de muitas esquetes teatrais que inventei nos acampamentos ao lado de um companheiro chamado Alaelson, que não vejo desde 1973.

Dos 15 aos 19 anos continuei inventando pecinhas de teatro e apresentando em um abrigo de idosos no bairro da Baixa Grande, em Arapiraca. Eles se divertiam juntamente com o público externo que ia lá curtir as nossas brincadeiras dramáticas.

Aos 19 anos passei no vestibular de comunicação na Universidade Federal de Pernambuco. Deixei a Rádio Novo Nordeste onde iniciava minha carreira profissional como redator e locutor e vim para o Recife/PE. Aqui convivi durante 4 anos com colegas numa república de estudantes no bairro da Encruzilhada. Tempo do cuscuz com ovo e do ovo com cuscuz, variação possível naquele cardápio possível com os parcos recursos que levantávamos com o apoio da família. Ainda naquele período, o retorno para férias ou feriados em Arapiraca, eram de reencontros necessários com as plantações do fumo de onde minha família tirava a sobrevivência.

O Recife foi me tragando, envolvendo-me como um manto e, aos poucos, fui sendo impregnado por referências cosmopolitas. Aprendi a amar Pernambuco e sua gente, sua cultura peculiar e acabei ficando e aqui construindo minha carreira profissional.

É claro que não esqueço Arapiraca, família de Arapiraca, amigos alagoanos. Mas em compensação tenho amigos aos montes em Pernambuco. Como disse no meu perfil, sou um alagoano pernambucanizado, um ser híbrido, um cavaleiro de jornadas cujo final não consigo enxergar, mas em compensação proporcionam-me conforto imenso em seu percurso.

                                                                                                              Sílvio e Jacinta, prenúncio de uma prole de 19.

Nota: Postado por Valdir Oliveira, em 14 de abril de 2011.

COMENTÁRIOS:
“Parabéns pela retórica. Acho que os motivos fotográficos sugerem apenas o registro na linha do tempo. É importante porque não se pode jamais negar o que é real. O mais importante é olhar para essa linha do tempo e ver que todo esforço valeu e está valendo a pena. Você retirou as pedras do caminho e construiu edificações seguras que certamente continuarão sendo aperfeiçoadas ainda mais. Seja feliz no seu porto seguro”.                                                  Jorge Oliveira  (14 de abril de 2011).

“Muito boa a biografia visual, foi prazeroso viajar com você pela sua infância e juventude a partir dos seus relatos e fotografias”.                                           Sidney (17 de abril de 2011).

“Tá aí um cabra arretado”.                                                                                                                                                                                                                                                         Thaíse  (19 de abril de 2011).

“Valdir, grande artista! Essa biografia visual é digna do “O Rei do Zodíaco”. Tem o essencial que precisamos conhecer. Nada tão longo. Nada tão curto que não fique bem explicado. Parabéns por tanta coisa linda feita nas ‘andanças’ dessa sua vida de pernambucano das Alagoas. Um cheiro!”.                 Anna (23 de abril de 2011).

[ Fonte: valdiroliveirasantos.blogspot.com.br ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

FRAGMENTOS AUTOBIOGRÁFICOS
Por Valdir Oliveira

Autores são concebidos em carne e osso. Diferentemente de seus personagens, tem CPF e vivem sob as garras do Leão do Imposto de Renda. Tem data de nascimento (a minha é 22 de junho de 1960) e, pertencem a um signo do Zodíaco (o meu é Câncer). Autor não tem segredo, o que procura esconder, as entrelinhas de suas obras revelam. Ainda assim, para facilitar as coisas, é melhior adiantar alguns detalhes que as entrelinhas omitem, para que ninguém perca tempo tentando deduzir os mistérios de vida tão comum, tão igual á de qualquer vivente que almeja o conforto da alma.

Nasci no meio da roça, entranhado nos canteiros de fumo, de milho, de algodão, de mandioca, de batata, de feijão e pisando em bosta de vaca e de cabra. Levei 10 anos para ver uma televisão pela primewira vez e mais 5 para ter consciência de que existiam Cidades além de Arapiraca. Dezenove anos naquela Cidade alagoana, além da roça, trabalhando com meus 14 irmãos. Fui carroceiro de rua, frentista de posto de gasolina, escoteiro, cantor de pastoril, garçom, locutor de rádio e sonhador. Em 1980, vim para o Recife/PE e aqui comecei morando na Encruzilhada. Vim porque passsei no vestibular de Comunicação na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) e, para estudar, dividi um apartamento com 6 outros rapazes alagoanos e 1 baiano.

Em 1982, comprei, com meu primeiro salário, uma máquina de escrever e assim nasceu O Rei do Zodíaco. Mas aquele não era mesmo o momento da publicação. De lá pra cá escrevi livros infantis (A Lagartinha Sapeca e Na Toca do Sapo), um livro técnico na área de Comunicação (Notícia no Ar) e um livro de contos (Depois do Desejo), todos pela editora Bagaço. Para a Rede Globo Nordeste escrevi A Promessa de Jeremias, Caminhos de Monte Santo, O Santo Cibernético e A Quadrilha. Até roteirizei e dirigi um vídeo de 8 minutos sobre a Sulanca, para o programa Fantástico. Afinal, nunca parei de escrever. Para o SBT Nordeste escrevi Tocaia para Jacó, a história original da minissérie Santo por Acaso, além da co-autoria e do roteiro da minisérie Cruzamentos Urbanos.

Em cinema sou co-autor do curta Três Contos de Réis e roteirsta e diretor do curta Por Uma Tecla. Para teatro escrevi Bela á Vista e Andanças do Tempo. Tenho uma “tuia” de textos acumulados nas gavetas e no computador, aguardando o momento de ganharem a rua. Enquanto isso fui fazendo outras coisas: fiz especialização e mestrado em Comunicação. Também acumulo experiência como docente na UFPE, UNICAP, AESO e Maurício de Nassau. Traabalhei na Rádio Tamandaré e na TV Jornal e sou funcionário da UFPE, como jornalista, lotado no Núcleo de TV e Rádio Universitária.

Nas horas vagas, dificilmente serei visto em mesas de bar eu em cassinos: meu entretenmento, minha catarse, meu espaço de reflexão é o teclado. É nele que eu me coloco, onde eu me torno pai e mãe e, vou dando “cria” ás minhas obras, “parindo” gente, inventando e conhecendo gente nova que divide comigo as angústias e os prazeres dessa vida que nos leva, a cada dia, para um vão mais misterioso que o outro.

[ Fonte: Livro “O Rei do Zodíaco” – Polys Editora, 2009 ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

CANGAÇO: FLORO NOVAES, “VINGADOR DAS ALAGOAS”
Por Valdir Oliveira

Ainda faltavam 7 anos para a emboscada de Angicos (SE), onde Lampião e seu bando foram assassinados, quando nasceu na Cidade de Olivença, em Alagoas, o lendário Floro Gomes Novaes. É claro que seu nome ficou longe da fama do maior rei do cangaço, mas os fatos que envolvem a sua sina de vingador e justiceiro também merecem um registro atento e responsável por aqueles que estudam o fenômeno do cangaço na região Nordeste.

Floro decidiu seguir a vida de justiceiro em 1951 quando seu pai foi assassinado em uma emboscada na Cidade de Santana do Ipanema/AL. Na brutalidade dos assassinos, o cérebro de Ulisses Novaes foi esmagado com a coronha de um rifle. Floro jurou vingança e viveu o resto de sua vida com esse propósito, às vezes na companhia de alguns comparsas, como Valderedo Ferreira, na maior parte do tempo sozinho, na aridez da caatinga dos sertões de Alagoas e Pernambuco. Foram 19 anos com suas armas cuspindo fogo e colecionando os corpos dos inimigos até ser morto também numa tocaia, em 1971.

A repercussão na imprensa foi enorme, principalmente na Revista “O Cruzeiro” e no Jornal “Gazeta de Alagoas”. Entre os jornalistas que mais acompanharam a saga de Floro estavam Tobias Granja e seu irmão Paulo Granja, que nos cedeu fotos juntamente com o Pesquisador Ernande Moreira.

Pesquiso a vida de Floro desde a década de 1980, tendo publicado em 1985 o Cordel FLORO GOMES NOVAES – VINGADOR DAS ALAGOAS, em parceria com Ernande Moreira. O livro conta em versos de sextilha a vida de Floro, destacando as dificuldades encontradas na peregrinação pela caatinga, fugindo ou saindo do mato para matar, até culminar com a tocaia que resultou na sua morte.

Além disso tenho um livro inédito sobre o tema, com prefácio de Frederico Pernambucano de Melo, que conta em detalhes, diversas passagens da vida do personagem, com a linguagem narrativa no gênero de reportagem especial.

A foto de Floro com alguns comparsas trajando roupas típicas do cangaço, faz parte de meus arquivos e já foi veiculada, com os devidos créditos, no Diário de Pernambuco, em matéria de Inácio França e no livro Guerrreiros do Sol, de Frederico Pernambucano de Melo, São Paulo: A Girafa Editora, 2004 com a seguinte legenda:

“Um cangaço pós-lampiônico repontará nos anos 1950 e 60, em grupos reduzidos, a exemplo de Floro Gomes Novaes, o ‘Capitão Floro da Ribeira do Ipanema’, com cinco homens, entre Alagoas e Pernambuco. Da esquerda, Valderedo Ferreira (lugar-tenente), o chefe Floro e Faísca c.1962. Cortesia de Valdir Oliveira, Recife, Pernambuco.”

Na foto abaixo, da década de 1980, tirada por Ernande Moreira, um encontro com Dona Guiomar Novaes, a mãe de Floro Gomes Novaes, que concedeu entrevista para as nossas pesquisas.

[ Fonte: http://valdiroliveirasantos.blogspot.com  ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

LANÇAMENTO / OS OLHOS DE ILBERON

ADQUIRA O SEU
Vendas Online: http://www.cubzac.com.br
Livraria CULTURA
Livraria JAQUEIRA (Parque da Jaqueira)
Livraria IDEIA FIXA (Parque Amorim)
Promoção: http://www.lognetinfo.com.br/promocao_livro

Talvez seja até pretensão de autor, mas tudo é possível no mundo da ficção, até mesmo acreditar que um livro seja capaz de revolucionar a nossa maneira de enxergar os vilões e os herois que nos cercam e perceber até onde eles fazem jus à fama que ostentam. Ilberon passou por minhas mãos e agora é de todos nós. Depois do lançamento sábado, 2 de junho, na Torre Malakoff, ele vai sair por aí à procura de seus olhos. Uma forma de ajudá-lo é ler o livro. Basta entrar no site da editora, http://www.cubzac.com.br e fazer a solicitação online, ou se dirigir às livrarias a partir desta semana. BOA LEITURA A TODOS.

“Valdir, não tive tempo de falar antes sobre seu livro e o que vou dizer você já sabe. Seu estilo me encanta pela leveza e pelo modo cara-a-cara de falar. Além do mais, tem sempre um andamento de teatro e eu me imaginei vendo a procura e a paciência de Ilberon num palco, bem colorido, com muita música e a plateia cheia de crianças vibrando e dando sugestões para solucionar o problema. Minha netinha também fazia parte dessa plateia. Parabéns, Valdir, pela poesia do seu livro!” – (Professora Anna Christina)
[ Fonte: valdiroliveirasantos.blogspot.com.br ]

MATÉRIA PUBLICADA NO JORNAL DO COMMÉRCIO / REVISTA GALERA JC EM 02/06/2012

Lançamento
O Lançamento do livro Os Olhos de Ilberon acontecerá, hoje, dia 2 de junho de 2012, das 16 às 18 horas na Torre Malakoff, Recife/PE. Uma tarde de encontros, bate-papos, performances teatrais e autógrafos. As intervenções cênicas ficaram por conta do ator Adriano Cabral e do músico Rodrigo. Circulando entre os presentes, foram citadas passagens do livro num processo de interação com a plateia que participou reproduzindo situações do contexto da história. Tudo marcado por sons de pássaros, gatos, corujas através da percussão e de instrumentos de sopro do músico Rodrigo. Além disso, uma sonoplastia especialmente produzida pelo músico Johann Bremer para o evento criou no ambiente uma atmosfera típica dos cenários da história.

Sinopse do Livro
“Os Olhos de Ilberon” é uma ficção recheada de significados lúdicos, típicos dos contos medievais, mas também de elementos característicos dos tempos atuais como celular, internet, câmeras filmadoras, etc. Cada símbolo representado na narrativa propõe uma reflexão sobre a importância da leitura e ampliação do senso crítico diante de problemas do cotidiano. Passagens lúdicas sugerem uma viagem por referências do imaginário de adolescentes e adultos de uma forma geral. Castelos, bruxas, cavernas, animais que falam, são alguns dos cenários onde os conflitos envolvem personagens humanos e do reino selvagem. Ilberon quer seus olhos que foram roubados pela águia Canderina e sua inteligência pode ser o guia mais eficaz nessa batalha de treva e de luz.

Currículo do Autor
Jornalista e publicitário com especialização e mestrado em comunicação. Professor Universitário, ensina nos cursos de Cinema de Animação e Rádio TV e Internet da Faculdade Aeso Barros Melo. Como roteirista é autor de especiais de ficção para a Rede Globo Nordeste e das minisséries Santo Por Acaso e Cruzamento Urbanos, realizadas pelo SBT Nordeste. Para o teatro escreveu Bela À Vista e Andanças do Tempo, ambos encenados em palcos do Recife. Entre os livros publicados estão Depois do Desejo, Notícia no Ar, O Rei do Zodíaco. Para crianças publicou A Lagartinha Sapeca e Na Toca do Sapo. Os Olhos de Ilberon, é o seu mais recente trabalho destinado ao público adolescente.

Universalidade Temática
Apesar de ser escrito por autor nordestino, radicado em Pernambuco, o livro trás uma linguagem universal podendo ser assimilado por pessoas de quaisquer parte do planeta.

Ilustração
O livro traz ilustrações do cartunista Ronaldo Câmara, tornando a leitura descontraída e agradável para o público ao qual se destina.

Lançamento
Será na Torre de Malakoff, dia 2 de junho de 2012 às 16 horas, entrada aberta ao público.
Informações para contato:
Site da editora: http://www.cubzac.com.br
Blog do autor: valdiroliveirasantos.blogspot.com
E-mail: http://www.valdiroliveiravaldir@gmail.com

[ Fonte: valdiroliveirasantos.blogspot.com.br ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

SOM DAS LETRAS ESTREIA EM JULHO, NA RÁDIO NOVO NORDESTE AM, COM A PRESENÇA DO “POETA DO FORRÓ”, MACIEL MELO
Por Valdir Oliveira

A partir do dia 21 de julho de 2012 algo de novo vai pintar no ar. Será o programa Som das Letras que faz um passeio pelas entrelinhas das composições de artistas brasileiros. Na estreia teremos o compositor, cantor e cantador Maciel Melo que vai falar sobre a construção narrativa, metáforas e os diversos sentidos e interpretações possíveis na suas composições. No repertório do programa músicas cantadas pelo próprio Maciel e composições interpretadas por Fagner (Caboclo Sonhador) e por Zé Ramalho (Meninos do Sertão).

Também já está pronto o programa com Alceu Valença. O artista foi provocado e disse tudo o que queria ao falar sobre as letras de músicas como La Belle De Jour, Tropicana, Anunciação entre outras. Ao ser perguntado se existe um limiar entre a composição musical e a poesia Alceu afirmou que em seu caso não, ao considerar que o que faz é poesia.

O programa Som das Letras tem a produção de Alba Azevedo e Ilana Oliveira, direção e apresentação de Valdir Oliveira. O projeto foi premiado pelo Funcultura 2011.

O PROGRAMA SERÁ EXIBIDO TODOS OS SÁBADOS PELA RÁDIO NOVO NORDESTE AM DE ARAPIRACA/AL, DAS 19 ÁS 20 HS.

Nota: Click em um dos Links Abaixo Para Escutar o Programa Som Das Letras:

http://www.novonordeste.com/

http://tunein.com/radio/R%C3%A1dio-Novo-Nordeste-570-s107305/

CONTATOS
E-mail: programasomdasletras@gmail.com

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

RELEASE / Posse do Escritor Arapiraquense Valdir Oliveira na Academia Olidense de Letras

[ Em Olinda ]

Neste sábado, 11 de agosto de 2012, ás 19 horas, o escritor e jornalista arapiraquense Valdir Oliveira toma posse na Academia Olindense de Letras. O novo acadêmico vai ocupar a cadeira número 21, cujo patrono é o escritor e jornalista Luiz Beltrão, comunicólogo de renome internacional, responsável pela fundação do curso de Jornalismo mais antigo do Brasil, o da Universidade Católica de Pernambuco.

[ É de Arapiraca ]

Valdir Oliveira Santos é natural da Cidade de Arapiraca, interior de Alagoas e reside em Olinda/PE há 25 anos. É formado em Jornalismo, Publicidade, Rádio e TV além de especialização e mestrado em Comunicação.

[ Competência ]

Como roteirista é autor de especiais de ficção realizados pela Rede Globo Nordeste (A promessa de Jeremias, Caminhos de Monte Santo, O Santo Cibernético e A Quadrilha) e das minisséries Santo Por Acaso e Cruzamentos Urbanos, realizadas pelo SBT Nordeste. Para o teatro escreveu as peças Bela à Vista e Andanças do Tempo, encenadas em palcos do Recife/PE.

[ Livros Publicados ]

Entre os livros publicados estão Depois do Desejo (contos e roteiros), Notícia no Ar (área de Comunicação), pela editora Bagaço e O Rei do Zodíaco (romance com prefácio de Raimundo Carrero), pela Polys Editora. Para crianças publicou A Lagartinha Sapeca e Na Toca do Sapo pela editora Bagaço. Os Olhos de Ilberon é o seu mais recente trabalho, destinado ao público adolescente, que será lançado ainda este ano pela editora Cubzac. Além de Valdir Oliveira, também tomam posse os escritores Marcos Cordeiro e Cássio Cavalcante.

Nota: Este release foi editado e postado por Pedro Jorge no blog Arapiraca Legal em 5 de agosto de 2012 e, publicado no jornal Tribuna Independente/AL – Coluna Agreste em Foco, do jornalista Roberto Baía em 11 de agosto de 2012.

NOTÍCIA / Jornalista da TVU Assume Cadeira na Academia Olindense de Letras
Por Agência de Notícias / UFPE

O escritor e jornalista Valdir Oliveira tomou posse na Academia Olindense de Letras no dia 11 de agosto de 2012. Ele ocupa a cadeira número 21, cujo patrono é o escritor e jornalista Luiz Beltrão. A eleição aconteceu no mês de junho, depois da análise de trabalhos por uma comissão de acadêmicos, entre os quais os escritores Luiz Maranhão Filho e Lucilo Varejão Neto. A cerimônia de posse aconteceu na Academia Olindense de Letras, na Avenida da Liberdade, 214, Praça do Carmo, em Olinda/PE.

Para Valdir, a eleição é um fato marcante em sua vida e coroa o trabalho que desenvolve no campo da Literatura desde a sua juventude. “Escrever é para mim a possibilidade de vivenciar experiências em diferentes ambientes e circunstâncias, dada a amplitude de condições em que se inserem os personagens, seja em contos, poemas, romance ou mesmo em peças e roteiros televisivos e cinematográficos”, afirma.

Valdir Oliveira Santos –  Nascido em Arapiraca, interior de Alagoas, Valdir Oliveira Santos reside há 25 anos em Olinda e integra o corpo de profissionais da TV Universitária da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). É formado em Jornalismo, Publicidade, Rádio e TV e tem especialização e mestrado em Comunicação. Como roteirista é autor de especiais de ficção realizados pela Rede Globo Nordeste (A promessa de Jeremias, Caminhos de Monte Santo, O Santo Cibernético e A Quadrilha) e das minisséries Santo Por Acaso e Cruzamentos Urbanos, realizadas pelo SBT Nordeste. Para o teatro escreveu as peças Bela à Vista e Andanças do Tempo, encenadas em palcos do Recife/PE.

Livros Publicados
Entre os livros publicados estão Depois do Desejo (contos e roteiros), Notícia no Ar (área de comunicação), O Rei do Zodíaco (romance com prefácio de Raimundo Carrero). Para crianças publicou A Lagartinha Sapeca e Na Toca do Sapo. Os Olhos de Ilberon é o seu mais recente trabalho, destinado ao público adolescente, lançado em junho pela editora Cubzac.

Luiz Beltrão – O patrono Luiz Maranhão Beltrão nasceu em Olinda em 1918 e tornou-se comunicólogo de renome internacional, responsável pela fundação do curso de Jornalismo de nível superior mais antigo do Brasil, o da Universidade Católica de Pernambuco. Foi fundador do Instituto de Ciências da Informação – ICINFORM, primeiro centro acadêmico nacional de estudos midiáticos, e de Comunicações & Problemas e tornou-se também o primeiro Doutor em Comunicação do Brasil pela Universidade de Brasília. Tem vários livros na área de comunicação e folckcomunicação.

[ Fonte: http://www.ufpe.br/agencia/index.php?option=com_content&view=article&id=44130:jornalista-da-tvu-assume-cadeira-na-academia-olindense-de-letras&catid=46&Itemid=72 ]

POSSE NA ACADEMIA OLINDENSE DE LETRAS
Por Valdir de Oliveira

Sábado, dia 11 de agosto de 2012, tomei posse na cadeira 21 da Academia Olindense de Letras. Tendo como patrono o jornalista, advogado e professor Luiz Beltrão, a escolha se deu através de eleição ocorrida no mês de junho quando também foram eleitos os escritores Marcos Cordeiro e Cássio Cavalcante.

A Academia Olindense de Letras é uma instituição que no ano passado completou 50 anos de fundação contribuindo para o engrandecimento da Literatura e das Artes de um modo geral na Cidade-patrimônio da humanidade.

Leia o Discurso e Veja Mais Fotos da Posse do Arapiraquense Valdir Oliveira na Academia Olidense de Letras,  Acessando o Link Abaixo:

http://valdiroliveirasantos.blogspot.com

[ Editado por Pedro Jorge ]

UM PRIMEIRO CONTATO
Aqui começa uma nova história na minha história de vida. Darei um salto do papel, das ondas do rádio, da tela da TV, do cinema, dos palcos italianos ou das arenas, para a linguagem “blogueana”. Estarei à deriva, como um barco que pode ser encontrado por qualquer navegante. Mas também darei àqueles que não costumam cruzar os oceanos, o meu endereço, o mapa e a bússola, para que eu possa ser alcançado no mar ou em terra firme, a qualquer hora do dia ou da noite.

CONTATO

E-mail: valdiroliveiravaldir@gmail.com

Anúncios

31 Respostas para “Valdir Oliveira

    • Fico feliz porque vc graças a Deus se deu bem na vida e com muito orgulho não esquece suas origens.
      Parabéns, amigo Valdir!

  1. Olá Patrycia Novays! Agradeço de coração por teres visualizado e enviado estes comentários para a postagem dedicada ao jornalista arapiraquense Valdir Oliveira Santos e a Família Gomes Novaes…
    Tive a oportunidade de conhecer pessoalmente os saudosos Antônio, nos anos 1970, e também a Dona Guiomar. Desde que eu era criança a chamava carinhosamente de “Vó”.
    Vamos torcer que, em breve, algum cineasta produza um longa-metragem ou um documentário sobre a vida de Floro Gomes Novaes: “O Vingador do Sertão”…
    Abs, Pedro Jorge de Melo ( Blog Arapiraca Legal ).

    • COMUNICADO 1: Atenção leitores do blog Arapiraca Legal: o programa Som das Letras apresentado pelo escritor e jornalista Valdir Oliveira estreará no próximo sábado, dia 21 de julho de 2012, ás 19 hs pela Rádio Novo Nordeste AM. O convidado deste programa de estreia será o cantor e compositor Maciel Melo, conhecido nacionalmente como “O Poeta do Forró”. NÃO PERCAM.

      • COMUNICADO 2: O programa Som das Letras deste sábado,, dia 28 de julho de 2012, terá a presença do cantor e compositor Alceu Valença. O artista foi “provocado” e disse tudo o que queria ao falar sobre as letras de músicas como La Belle De Jour, Tropicana, Anunciação, entre outras. Ao ser perguntado se existe um limiar entre a composição musical e a poesia Alceu afirmou que em seu caso não, ao considerar que o que faz é poesia. No enceramento do programa ele disse que gostaria de ficar gravando por uma uma hora, pois tinha gostado muito do formato do Som das Letras.
        O PROGRAMA SOM DAS LETRAS É EXIBIDO TODOS OS SÁBADOS PELA RÁDIO NOVO NORDESTE AM – 570, ARAPIRACA/AL, A PARTIR DAS 19 HORAS. IMPERDÍVEL!

        Nota: Click no Link Abaixo Para Escutar o Programa Som Das Letras:
        http://tunein.com/radio/R%C3%A1dio-Novo-Nordeste-570-s107305/

  2. COMUNICADO 3:
    O programa Som das Letras deste sábado, 4 de agosto de 2012, terá a participação especial de Nando Cordel.
    Nando Cordel encontra o seu aconchego no programa Som das Letras: ele fala sobre as letras de músicas que marcaram e continuam marcando sua carreira artística como De Volta Pro Aconchego, Mel e Avelós, Severino entre outras gravadas por intérpretes como Dominguinhos, Elba Ramalho, Chico Buarque, Maria Bethânia, Zizi Possi, Fagner, entre outros.
    O PROGRAMA SOM DAS LETRAS É EXIBIDO TODOS OS SÁBADOS PELA RÁDIO NOVO NORDESTE AM – 570, ARAPIRACA/AL, A PARTIR DAS 19H.

    Apresentação: Valdir Oliveira
    Produção: Alba Azevedo e Ilana Oliveira.
    Incentivo: Funcultura.
    ANOTE EM SUA AGENDA!

    • COMUNICADO 4. PETRÚCIO AMORIM NO SOM DAS LETRAS – DO TARECO AO COMPUTADOR
      O cantor e compositor Petrúcio Amorim será o convidado do programa Som das Letras do póximo sábado, 11 de agosto. Ele falará sobre o processo de criação de suas composições e analisará letras de músicas como Tareco e Mariola, Filho do Dono, Confidência entre outras. Petrúcio é um dos compositores e intérpretes de Forró de maior sucesso em Pernambuco. Uma de suas preocupações como artista é a preservação do meio ambiente. Este e outros temas poderão ser conferidos na entrevista que ele concedeu (o programa é gravado), ao apresentador Valdir Oliveira.
      O programa irá ao ar das 19 ás 20 hs pela Rádio Novo Nordeste AM – 570 de Arapiraca/AL. NÃO PERCA!
      Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

      Nota: Nós, administradores do blog Arapiraca Legal – Gilvan Juvino e Pedro Jorge e todos os arapiraquenses e leitores do blog parabenizámos o escritor arapiraquense Valdir Oliveira por sua posse neste sábado, 11 de agosto de 2012, na Academia Olidense de Letras. Parabéns Valdir!

      • Foi um momento glorioso e aqui registro os meus agradecimentos aos conterrâneos arapiraquenses pela demonstração de carinho e felicitações. Muito obrigado Pedro, Gilvan e a todos.

  3. Há quase dois meses, o amigo Pedro Jorge comentara sobre o talento de um cidadão de Arapiraca que divide seu tempo produzindo trabalhos literários, transmitindo seus conhecimentos na educação de jovens, enfim, pelo que entendí, encantando a todos que passarem a conhecê-lo. Quando tomei conhecimento de seu nome, logo imaginei que seria impossível esse ilustre não ser um dos irmãos de meu melhor colega de curso ginasial e científico intensivo do Colégio Quintela Cavalcante, no período de l966 a l972.
    Por pura coincidência, surgiu nesse mesmo período a oportunidade do prazeroso reencontro, através do facebook, com o meu velho colega e amigo José Jorge de Oliveira. Fico feliz e orgulhoso, torcendo pelo seu sucesso, meu querido Valdir.
    “Uma boa árvore só pode dar bons frutos” e assim o Senhor Sílvio e Dona Jací souberam como poucos, educar, transmitindo valores aos seus filhos que perdurarão para sempre. Parabéns Valdir Oliveira, por sua desenvoltura cultural e também por assumir uma cadeira numa Academia de Letras!

    • Professor e escritor Cícero Galdino, o Jorge vinha falando também sobre a sua contribuição às artes e à cultura de Arapiraca. Ele o tem como um grande e inesquecível amigo. Honra-me saber que acompanha a nossa caminhada que tem sido grandemente prazerosa. Obrigado pelas felicitações à minha posse na Academia Olindense de Letras no último sábado.

      • COMUNICADO 5: RAUL SEIXAS – A MOSCA QUE VAI POUSAR NA SUA SOPA E NO SOM DAS LETRAS
        Neste sábado, 18 de agosto, as letras das composições interpretadas por Raul Seixas estão em destaque no programa Som das Letras. As parcerias com Paulo Coelho e Cláudio Roberto, de onde saíram músicas como Metamorfose Ambulante, Maluco Beleza, Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás entre outras, farão você dar um passeio no túnel do tempo do “Rei do Rock do Brasil.Os comentários das letras ficam por conta do mestre em comunicação e radialista, Leo Castro e do cover de Raul, Alexandre Seixas. O programa irá ao ar neste sábado, das 19 ás 20 hs pela Rádio Novo Nordeste AM – 570 de Arapiraca/AL. IMPERDÍVEL!
        Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

  4. COMUNICADO 6. SOM DAS LETRAS COM JORGE DE ALTINHO – NATURAL DE OLINDA
    Por ter morado em Altinho durante muito tempo Jorge ganhou como sobrenome artístico o nome da cidade. Ele é natural de Olinda, mas a sua música extrapola as fronteiras não só das cidades, mas até da região Nordeste.
    Jorge de Altinho é o convidado do programa Som das Letras deste sábado, 25 de agosto, a partir das 19 hs na Rádio Novo Nordeste AM – 570.
    ANOTE EM SUA AGENDA.
    Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

    • COMUNICADO 7: AVE SANGRIA – MÚSICA, REPRESSÃO E DEMOCRACIA
      No rolo compressor da ditadura até a Ave Sangria sangrou. No programa Som das Letras deste sábado, Marco Polo, integrante da banda, conta para Valdir como foi a censura à música “Seu Waldir”. Ele vai estar ao lado do poeta Marcelo Mário de Melo falando sobre música, repressão e democracia. As composições que celebram os mártires e herois na luta pela conquista de direitos sociais e políticos. Músicas que falam de exílio, de solidão, da luta.
      Todos esses temas em destaque no programa Som das Letras, deste sábado, (1º de setembro de 2012) às 19 hs na Rádio Novo Nordeste AM – 570. NÃO PERCA!
      Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.
      Nota: Excepcionalmente este programa foi ao ar das 18:10 ás 19:10 hs.

      • COMUNICADO 8: SANTANNA, O “CANTADOR” NO SOM DAS LETRAS: A ARTE DE ESCOLHER A MÚSICA CERTA PARA CANTAR
        Santanna comenta as músicas que canta, fala de suas parcerias, declama versos de poetas e compositores do Nordeste e se intitula cantador. O cantador de Ana Maria é o destaque do programa Som das Letras deste sábado, 8 de setembro de 2012, a partir das 19 hs pela pioneira Rádio Novo Nordeste AM – 570. Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco. IMPERDÍVEL!

        Nota: Click no link abaixo para escutar o excelente programa SOM DAS LETRAS:
        http://www.novonordeste.com/

  5. COMUNICADO 9: ZÉ DANTAS – UMA VIAGEM PELO RIACHO DO NAVIO
    A Volta da Asa Branca, ABC do Sertão, Riacho do Navio, Sabiá, Xote das Meninas, parece não ter fim a lista de composições interpretadas por Luiz Gonzaga com letras de Zé Dantas. O universo criativo do compositor pernambucano imortalizado nas interpretações do “Rei do Baião” é o destaque do programa Som das Letras deste sábado, 15 de setembro de 2012, a partir das 19 hs, pela Rádio Novo Nordeste AM – 570 de Arapiraca/AL.
    Na mesa de convidados as presenças de Dona Iolanda, viúva do compositor; do músico Cláudio Almeida que faz um trabalho de pesquisa e interpretação das composições de Zé Dantas em violão e do pesquisador José Batista, estudioso da vida e obra do compositor. ANOTE EM SUA AGENDA.
    Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

    Nota: Click no Link Abaixo Para Escutar o Programa Som das letras:

    http://www.novonordeste.com/

    • COMUNICADO 10: GERLANE LOPES – A LETRA NO SAMBA
      Gerlane Lopes é plural, e no programa Som das Letras deste sábado, 22 de setembro de 2012, excepcionalmente ás 18:30 hs pela Rádio Novo Nordeste AM, ela esbanjará alegria e afinação. No repertório você vai ouvir músicas de autoria da cantora, mas também composições de nomes como Chico Buarque de Holanda, Dominguinhos e Caetano Veloso interpretadas por ela. Gerlane comenta as letras das composições e destaca a força do samba afirmando que o ritmo é muito forte em Pernambuco e que sua essência é brasileira e não exclusivamente carioca. ANOTE EM SUA AGENDA.

      Nota: Click no Link Abaixo Para Escutar o Programa Som das letras:

      http://www.novonordeste.com/

      • COMUNICADO 11. HUMBERTO TEIXEIRA – NESTE SÁBADO, 29 DE SETEMBRO DE 2012
        Neste sábado, 29 de setembro de 2012, o programa Som das Letras destaca as composições de Humberto Teixeira, um dos principais parceiros de Luiz Gonzaga. Comentários do jornalista José Mário Austregésilo (autor do livro Luiz Gonzaga – o Homem, Sua Terra e Sua Luta) e o cantor e compositor Rogério Rangel. Este programa irá ao ar pela Rádio Novo Nordeste AM – 570, das 19 ás 20 hs. NÃO PERCA!

        Nota: Click no Link Abaixo Para Escutar o Programa Som das letras:
        http://www.novonordeste.com/

  6. COMUNICADO 12. LETRAS PARA CRIANÇAS
    Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada. Aliás, tinha um caderno, aquarelas e o sonho de muitas crianças. Em compositores como Toquinho e Chico Buarque o caráter lúdico e a reflexão na medida certa, sempre pontuaram as letras de músicas para o público infantil. Esse deve ser um compromisso e, é atualmente um grande desafio para quem compõe e canta para crianças.
    Essas questões são a tônica do programa Som Das Letras deste sábado, 20 de outubro no programa Som das Letras. E para conversar com a gente convidamos a cantor e compositor de temas infantis, Romero Andrade e a professora de Literatura e escritora Flávia Suassuna. O programa será exibido ás 19 hs pela Rádio Novo Nordeste AM. Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

    Nota: Click no Link Abaixo Para Escutar o Programa Som das letras:
    http://www.novonordeste.com/

  7. COMUNICADO 13. CHICO SCIENCE – DA LAMA À FAMA
    Neste sábado, 3 de novembro, o programa Som das Letras mergulha no mangue e na lama do Recife comentando as letras das músicas de Chico Science. Participam da entrevista Renato L, um dos precursores do movimento e Bruno Nogueira, crítico musical. 19 horas na Novo Nordeste AM. Em destaque a caricatura do artista plástico e ilustrador Sérgio Gomes, feita especialmente para a divulgação do programa.
    Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

    Nota: Click no Link Abaixo Para Escutar o Programa Som das letras:
    http://www.novonordeste.com/

    • COMUNICADO 14: JESSIER QUIRINO E SEUS VERSOS MATUTOS
      Jessier Quirino, poeta que arquiteta versos matutos com a sabedoria de um doutor. E o resultado é o sucesso estourando cada vez mais de Norte a Sul, de Leste a Oeste. Seus causos, suas cantorias, suas composições e parcerias. A paisagem do interior e os trejeitos do povo que figura nos seus versos. Assim será o programa Som das Letras deste sábado, 10 de novembro de 2012, com o poeta Jessier Quirino. Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

      ____________________________________________________________________

      COMUNICADO 15: JACKSON SOM DO PANDEIRO
      A música do paraibano Jackson do Pandeiro, mestre de tantos mestres da MPB é destaque no programa Som das Letras deste sábado, 17 de novembro de 2012. Quem comenta as letras de suas músicas é o pesquisador e colecionador Antiógenetes Viana. Uma desenvoltura impressionante com informações precisas sobre o trabalho do artista.
      O programa Som das Letras com as composições de Jackson do Pandeiro vai ao ar das 19 ás 20 hs pela Rádio Novo Nordeste AM – 570 de Arapiraca/AL. IMPERDÍVEL!
      Apoio: Funcultura – Governo do Estado de Pernambuco.

  8. O tempo vai dando corda pra gente e vamos seguindo, seguindo. Às vezes até sem saber onde chegar, mas seguindo e tirando do simples ato de caminhar uma razão para estar aqui. Isso adquire significado muito mais profundo e alentador quando temos pessoas ao nosso lado: esposa, filhos, filhas, plantas, pássaros, borboletas no quintal e livros.
    É também infinitamente prazerosa quando nos alimentamos da memória construída de pequenos momentos, de filigranas, como uma teia de aranha. Essa grande teia chamada vida nos deixa frágeis, porque é da natureza da teia a tal fragilidade, mas nos deixa fortes porque cada construção é única.
    Parabéns, seu Sílvio, meu pai, pelos 84 anos, dos quais quase 60 ao lado de minha mãe gerando uma família de 19 filhos e filhas. Viva!
    Valdir Oliveira

  9. CONVITE – Noite Literária

    A Excelentíssima Senhora Prefeita de Arapiraca-AL, Célia Rocha; o Vice-Prefeito, Yale Fernandes e a Secretaria de Cultura e Turismo, Tânia Maria tem a honra de convidá-lo (a) para a NOITE LITERÁRIA.

    PROGRAMAÇÃO – Lançamento de Livros e Autógrafos

    Lançamento dos Livros:
    Olhos de Ilberon e O Rei do Zodíaco – Valdir Oliveira.

    Sabe Com Quem Está Falando: Pensando e Agindo – Marcos Dantas.

    Exibição do Curtametragem:
    Tocaia Para Jacó
    Duração: 20 mins
    Roteiro e direção: Valdir Oliveira.

    Palestras:
    Ronaldo Oliveira e José Ventura.

    Data: 27 de outubro de 2013
    Horário: 19 hs
    Local: Cine-Teatro do Planetário.

    Realização:
    * Secretaria Municipal de Cultura e Turismo
    * Prefeitura Municipal de Arapiraca – AL.

    [ Editado por Pedro Jorge ]

  10. NOITE LITERÁRIA FAZ TRIBUTO A DOIS ESCRITORES DE ARAPIRACA
    Por Ronaldo Oliveira* (21 de outubro de 2013)

    O próximo final de semana será um marco cultural no município de Arapiraca. Podemos afirmar que será um divisor de águas no campo da literatura de nossa terra. Na ocasião, no auditório do Planetário, serão lançados dois livros do arapiraquense Valdir Oliveira e um do Olho D’aguense, Marcos Dantas, o Marcos da Emater. Um, arapiraquense radicado em Olinda – Pernambuco, o outro nascido em Olho D’água Grande, e radicado em Arapiraca.

    Valdir Oliveira é um arapiraquense incansável que aterrissou em Pernambuco e fixou residência em Olinda. Lá construiu uma história de sucesso na televisão e nas universidades. Escreveu e produziu curtas metragens e seriados para a Rede Globo e para o SBT. No campo literário já lançou diversos livros, inclusive que foram adotados pela Secretaria de Educação de Pernambuco, recentemente esteve na Europa lançando uma das suas produções. No próximo domingo Valdir Oliveira lançará dois livros e um curta metragem em Arapiraca: O Rei do Zodíaco e os Olhos de Ilberon, ambos de ficção.

    Por outro lado teremos também o lançamento do livro de Marcos Dantas, o Marcos da Emater, num estilo diferente, Marcos trará ao público Sabe com quem está falando? Livro que condensa diversas crônicas disponibilizadas em jornais de circulação estadual. Homem ligado ao campo, mesmo sendo professor universitário, Marcos conclama-nos a uma reflexão sobre temas ligados ao trabalhador rural, aos sem terra e ao agricultor familiar.

    Saia de casa domingo à noite, vá conhecer de perto o universo literário de Arapiraca, pois desta forma contribuirá para a formação de uma cultura de paz. A Prefeitura de Arapiraca, por intermédio da Secretaria de Cultura e Turismo, é parceira nestes lançamentos. Parabéns Prefeita Célia Rocha e Secretária Tânia Santos pela brilhante iniciativa.

    * Ronaldo Oliveira, Radialista, Administrador de Empresas e escritor. Membro da ACALA (Academia Arapiraquense de Letras e Artes).

    [ Fonte (link): http://www.7segundos.com.br/blogs/ronaldo-oliveira/82 ]

  11. “Minha esposa, Luciene, nasceu em 16 de novembro, ou seja, está aniversariando exatamente hoje. Uma história que começa no sítio Serrote, em Arapiraca-AL, mas depois, imantada por um amor que brota de uma pedra, e por isso tão sólido, se estabelece em Olinda-PE. Vida dedicada à educação, aos filhos e a mim, claro. Privilégio demais ter ao meu lado uma pessoa tão cuidadosa e carinhosa. Amor tão grande que ela divide com todo mundo que tem a dádiva de conhecê-la. Parabéns, Luciene. Um beijo no coração!”
    Valdir Oliveira
    [ Fonte: Facebook de Valdir Oliveira, 16 de novembro de 2013 ]

  12. Valdir,
    sou sobrinho de Valderedo Ferreira Ramos, filho do seu Irmão Jader Ferreira Ramos. Tenho fotos de Valderedo e Floro juntos com traje de cangaceiros. Se você quiser mantenha contato comingo através do e-mail: jaderferreira@ig.com.br

  13. Série Camões dos Lusíadas e dos Cordeis, Estreia 5 de Junho na TV Brasil

    A série de documentários Camões dos Lusíadas e dos Cordeis, sob a direção do jornalista e cineasta arapiraquense, Valdir Oliveira; foi aprovada pela EBC e será exibida em rede nacional pela TV Brasil, com estreia no dia 5 de junho, ás 20h.

    Os documentários foram realizados em Portugal e no Brasil. Lá Camões foi interpretado pelo ator Sérgio Moras e aqui no Brasil pelo ator Adriano Cabral. A produção é da TVU e NAV – Núcleo do Audiovisual da Proext – Pro-Reitoria de Extentão da UFPE.

    Sobre os Dois Documentários:
    * O primeiro é “Camões, Uma Bússola de Versos”, que mostra o Camões clássico, épico, lírico, gravado em Portugal. Uma das cenas foi gravada aqui no Brasil com a participação do escritor Rubem Franca. – ( 5 de junho, ás 20h )

    * O segundo doc é “Camões, um Baú de Estripulias”. Este narra as peripécias de um Camões presepeiro, picaresco, brincalhão. Entre os entrevistados estão o cantor e poeta Maciel Melo e o cordelista Adiel Luna. Parte deste segundo documentário foi filmado em Arapiraca, interior de Alagoas. São quatro personagens que participam e contam anedotas, em Arapiraca: Silvio Malaquias, Tertinho, Zé Rosquinha e José Ezequiel – ( 12 de junho, ás 20h )

    Equipe de Produção e Trilha Sonora:
    Integram a equipe de produção Luiz Lourenço e Gibran (áudio), Guto Felipe (câmera e edição de imagem). A trilha sonora original é de Johann Bremer.
    IMPERDÍVEL!

    SERVIÇO
    TV Brasil
    Documentários:
    * “Camões, Uma Bússola de Versos” – 5 de junho, ás 20h;
    * “Camões, um Baú de Estripulias” – 12 de junho, ás 20h.

    [ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

  14. As atividades intelectuais do professor Valdir Oliveira Santos contribuem para a elevação espiritual da nossa comunidade. Trata-se de um alagoano de Arapiraca que se soma a uma galeria de homens ilustres, sobretudo, no tocante à produção literária e científica, além do jornalismo e do setor da comunicação. Alagoas é tida como a terra dos marechais, epiteto com o qual aparece na História com o proclamador da República Marechal Deodoro da Fonseca e o segundo presidente da República velha o outro Marechal de temperamento fortíssimo Floriano Peixoto. Mas a terra do escritor Valdir Oliveira Santos é também um lugar de muita cultura até porque é berço do poeta Jorge de Lima, do romancista Graciliano Ramos, além dos jornalistas ALEX, Jose de Souza Alencar, de Ademar Paiva, ambos com carreira profissional em Pernambuco. O poeta Jorge de Lima foi inclusive vereador na cidade do Rio de Janeiro. São de Alagoas também o filólogo, emérito dicionarista Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, e, os poetas Jaci Bezerra e o professor, poeta e filosofo Ângelo Monteiro. É uma constelação imensa de grandes escritores, notáveis criadores de obras literárias que forjaram mais que uma substancial cultura, talvez, já o que se pode denominar civilização alagoana, Neste contexto se insere a personalidade rica, complexa, homem de sete instrumentos, nada menos que a figura de Valdir Oliveira Santos.

    Trata-se de um professor, inteligência dedicada às lides acadêmicas, porquanto um educador, também sensível ao uso de teorias, métodos e técnicas didático-pedagógicas sempre voltadas para o ensino que vai ao encontro da aprendizagem sempre aperfeiçoada das novas gerações. trata-se de um radialista, homem da televisão atuando nas funções de direção, produção, roteirização, e, sobretudo apresentação. A dimensão semiótica de sua intervenção televisiva o torna protagonista disto que Régis Debray vem denominando de nova disciplina a Midiologia. Valdir Oliveira também intervem nas ondas radiofônicas levando a efeito a sua dicção de voz aveludada, desembaraço mais que esmerado na retórica que torna a qualidade da sua locução um contributo excelente para a caracterização da competência universitária propícia ao alcance do grande público mas construindo uma audiência mais capacitada para um entendimento próprio de uma sociologia do conhecimento nesta sociedade que cada vez ler mais, cada vez mais vem usando as redes sociais e acessando as dimensões da massa crítica na esfera da opinião pública. Como se não bastasse tantas habilidades e as virtudes que compõem o seu caráter percebe-se o desempenho cada vez mais estruturante da sua performance como escritor. As novas obras que se sucedem com maior freqüência vem adequando a sua produção à dimensão de uma Literatulogia, mais que neologismo trata-se de um novo conceito, quiçá uma nova disciplina ou uma nova ciência.

    OS OLHOS DE ILBERION E O REI DO ZODIACO exemplificam a projeção de um novo literato que vem se consolidando com a grandeza dos méritos de sua arte narratológicas, mas com a sutileza ficcional, vai ser escritor na vida é uma bela metáfora da metáfora do poeta Carlos Drummond de Andrade.

    • Hoje fui surpreendido ao ler este belo e generoso comentário do filósofo, Marcos Pedrosa, sobre minha carreira artística. Obviamente fiquei lisonjeado e encorajado para continuar acreditando naquilo que considero mais sublime e necessário em minha existência: produzir arte seja em qual linguagem for (cinema, televisão, rádio, teatro, literatura). Lanço-me às Letras por devoção e a prenda por minhas investidas são comentários como este. Obrigado, caro Pedrosa e obrigado, Pedro Jorge, por possibilitarem a difusão dos meus sentimentos e daqueles que comungam com meus ideais.
      Valdir Oliveira

  15. “Amanhã retorno à apresentação, ao vivo, do programa Opinião Pernambuco. O tema será a crise da água no Brasil e em Pernambuco. Com o fim do horário verão o programa passa a ser exibido das 20 às 21 horas na TVU Recife. Aguardamos a sua participação.” – (Valdir Oliveira)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s