Leonídio Balbino

 
 
Histórias de Gente Que Lê / Leonídio Balbino, o Operário do Livro 
Por Clóvis Torres ( 09/09/2009 )
 
Entre tantos desafios na história de Leonídio Balbino da Silva, um dos maiores e mais transformadores foi, sem dúvida, o de se alfabetizar, por conta própria, por meio de comerciais de TV, placas de rua e capas de livros. Um detalhe: isso ocorreu quando ele já completava 20 anos de idade, vindo de Alagoas para tentar a vida em São Paulo. Hoje, é dono de uma editora, escritor e, pra não perder o costume, lê em média 40 livros por ano.

Leonídio nasceu em Arapiraca, em um sítio bem afastado da cidade, conhecida como a terra do fumo. Aprendeu com seu pai a arte de vender: desde muito pequeno atravessava um rio enorme, muitos quilômetros para chegar à Cidade e vender as suas galinhas; as carregava vivas, três de um lado presas num pau e mais três do outro em todo este trajeto. Na primeira vez que foi vendê-las, não sabia quanto tinha que cobrar, arriscou um preço e com a sua lábia de bom vendedor que até então desconhecia, conseguiu convencer os clientes. Aos dezessete anos de idade, resolveu tentar a vida em São Paulo: subiu num pau de arara e veio com a cara e a coragem enfrentar a grande metrópole. Um dia depois de chegar à Paulicéia, arrumou seu primeiro emprego: faxineiro. No seu livro recém-lançado, Operário do Livro, ele conta relatos de momentos de dor, de angústia, mas que foram superados pela vontade de viver e pela crença em si mesmo.

Na pensão onde trabalhava e morava, na Praça João Mendes, centro de São Paulo, também se hospedavam muitos profissionais que vendiam livros de porta em porta. Logo se interessou pela atividade e para tornar-se vendedor, já que era analfabeto ainda, decorava as “orelhas” e os títulos dos livros. Se destacou na atividade ao atender os clientes e “declamar” informações sobre os autores e livros.

O próximo desafio foi se alfabetizar, por conta própria, através de reclames de tv, placas de rua e capas de livros. O que aconteceu aos vinte anos sem nunca ter frequentado uma escola.

Depois que estava mais estabilizado em São Paulo cumpriu o que havia prometido ao seu pai, trazer toda a família para viver em São Paulo. Quando morou num prédio na Rua Castro Alves, no Bairro da Aclimação com a família, foi incomodado por uma moradora e obrigado a sair do prédio com os seus, ela dizia que eles faziam barulho por causa das cantorias. Ele não se incomodou com a saída, mas disse a mulher que se incomodava com a presença deles no prédio que um dia ia comprar aquele prédio. Tempos depois de efetuar a compra, pediu à moradora que saísse com a filha porque ele havia comprado o prédio. Ela só acreditou quando ele mostrou a escritura.

A Editora
Leonídio transformou este edifício na Editora Lisa S/A, que editou mais de dois mil livros didáticos. Assim é Leonídio, um forte, determinado e lutador, que não se deixa vencer pelas dificuldades e desafios. Um apaixonado pela leitura, pelo conhecimento e a literatura. É autodidata, mas sabe o valor da escola, tanto que fez questão de garantir educação superior a seus seis filhos. Por sua luta em defesa do livro e da educação, conquistou os títulos de cidadão paulistano e carioca e se tornou amigo e colaborador de escritores, jornalistas, educadores e acadêmicos.

Leonídio é um apaixonado por livros e ideias. Lê aproximadamente 40 livros por ano e além de manter e incentivar o hábito da leitura mantém sua rotina de trabalho, com escritório na Av. São João, no centro da cidade. Como diria Antonio Olinto, da ABL (Academia Brasileira de Letras), “sua vida é um plano de educação, educação, educação”.

[ Fonte: http://www.blogdogaleno.com.br ]

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

A Biografia de um Empreendedor

A epopéia de Leonídio Balbino da Silva, na verdade, daria mais que um livro. Mas o autor condensou a existência em um único volume magistral. Há vidas que são romances, tantos os capítulos e episódios que emocionam na sucessão de fatos, encontros e desencontros.

Vindo de Arapiraca, no agreste alagoano, em São Paulo, após transitar por empregos humildes e se defrontar com inúmeros obstáculos, acabou, quase por acaso, caindo na vida das letras, embora elas ainda se constituissem em enigmas indecifráveis. Quando passou a vendedor de livros, desenvolveu um método próprio que possibilitou sua alfabetização e o ingresso no tão desejado mundo da leitura. Logo criou sua editora, a Lisa Livros, gerou empregos e iniciou caminhada pela disseminação do livro e da leitura.

A leitura deste livro (“Operário do Livro”), com certeza, vai servir de estímulo àqueles que se sentirem desencorajados, levando-os a agir com determinação na conquista de seus ideais.

[ Fonte: http://www.abdl.com.br ]

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

SERÁ O LEONÍDIO?
Por Ronaldo Oliveira* (12 de outubro de 2013)

O que dizer de um tabaréu nascido no sitio Oitizeiro, zona rural de Arapiraca, membro de uma família gigantesca, mais de vinte irmãos, que aos dezesseis anos, analfabeto, subiu num caminhão pau de arara e arribou para São Paulo? O futuro com certeza seria incerto, no máximo servente de pedreiro ou algum emprego de menor quilate. Não para Leonildo Balbino, matuto de Arapiraca que tornou-se o operário do livro, um dos maiores editores de livros do Brasil.

A história de Leonildo Balbino é hoje conhecida em todo o Brasil, inclusive com direito a entrevista nos principais jornais e no Programa Mais Você de Ana Maria Braga. Pobre e analfabeto, após a morte do pai e da mãe Leonildo arribou para São Paulo. Lá trabalhou numa pousada e em diversos empregos de menor porte.

Quando trabalhava na pousada conheceu vários vendedores de livros de porta em porta e ficou encantado com o mundo dos livros. Porém, sendo analfabeto não tinha grandes chances. Um dia um amigo convidou Leonildo para ser vendedor de livros, já aos vinte anos e ainda analfabeto Leonildo disse que não poderia aceitar o emprego, devido as suas limitações.

Ante a insistência do amigo, findou por aceitar a empreitada, seu amigo lhe passava a síntese dos livros e ele saia de porta em porta vendendo aquelas enormes coleções , um sucesso. Leonildo então resolveu desenvolver seu próprio método para aprender a ler e conseguiu.

Aos poucos ele foi ficando conhecido dos principais escritores e professores renomados, até que um dia resolveu levar a diante a proposta de criar uma editora e conseguiu: A lisa Livros foi fundada em 1965 e virou um sucesso, transformando-se numa grande editora nacional. Leonidio recebeu o título de cidadão de São Paulo e recebeu a Comenda Anchieta, uma das maiores honrarias paulistas.

Este Operário do Livro, é de Arapiraca, e segundo Antonio Olinto, da Academia Brasileira de Letras, é um exemplo de determinação e de força de vontade que merece ser mostrado para todo o país. Para conhecer um pouco deste arapiraquense adquira o livro LEONILDO BALBINO, O OPERÁRIO DO LIVRO, já na segunda edição da editora LER.

* Ronaldo Oliveira é radialista, administrador de empresas e escritor. Membro da Academia Arapiraquense de Letras e Artes.

[ Fonte (link): http://www.7segundos.com.br/blogs/ronaldo-oliveira/82 ]

[ Editado por Pedro Jorge ]

3 Respostas para “Leonídio Balbino

  1. Gostaria de vossa editora me orientasse como escrever um livro de auto-ajuda. Meu pai conheceu o senhor Leonídio em uma sapataria, por coincidência ele é sapateiro está estabilizado na av. Brigadeiro Luís Antônio, 1615. Creio que a minha história de vida vai convencer muitos jovens, adultos e idosos a ter fé na vida etc… Aguardo contato o mais breve possivel. Meu nome é fabio e tenho 32 anos. Celular: 97106-9060.

  2. Prezado Pedro Jorge,
    sem falsa modéstia, me identifico com o Leonídio. Um amigo que não o vejo a cerca de 30 anos. Sou testemunha de sua heroica e vitoriosa história de vida. Em breve, pretendo escrever minha biografia. Se você tiver contato com o Leonídio, informe meu telefone: (11) 99493-2672.
    Um forte abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s