Maestro Nelson Palmeira

Maestro Nelson Palmeira

BIOGRAFIA  –  1 / Por Cláudio Roberto

Quem viveu em Arapiraca/AL nas décadas de 1970, 80 e 90, teve o privilégio de acompanhar o trabalho de um dos homens mais notáveis que a região Agreste conheceu, mesmo tendo nascido em Traipu, em 1910.

Era um homem simples e sem meias palavras. Ele não gostava das Marchinhas de Carnaval que tinham duplo sentido ou mesmo pejorativas. Tinha bastante cuidado com seus músicos na famosa Banda de Música Municipal. “Cuidado, não quero ninguém fora do tom. Prestem atenção nas partituras”, dizia ele, apontando para um pedestal que ficava logo a sua frente quando estava regendo a bandinha.

Os grandes Carnavais de Arapiraca, nas décadas de 1970, 80 e 90, o Maestro Nelson Palmeira, com a sua bandinha de Frevo, animava os foliões e as noites de Frevo nos clubes da cidade. Quem viveu naquela época ao lado do Maestro Nelson Palmeira, sente sua falta ao relembrar momentos históricos nos carnavais de rua da cidade.

Ele foi o autor da música do Hino de Arapiraca, em parceria com o professor Pedro de França Reis, autor da letra. O maestro Nelson Palmeira, morreu em Arapiraca em 16 de janeiro de 1995.

Ele foi saxofonista da Banda e Orquestra da Polícia Militar de Alagoas.
Ao chegar em Arapiraca em 1952, onde fundou a Banda Musical da cidade, depois a orquestra de bailes do Clube dos Fumicultores, o maestro Nelson Palmeira, também fundou os Conjuntos NP7 (sigla de Nelson Palmeira e os 7 Músicos) e os Notáveis, grupo musical que fez bastante sucesso em Alagoas, nos anos 1960.

Ele tinha algo diferente dos demais maestros. Não queria morrer sem deixar de ensinar o que aprendeu como músico, e o mais surpreendente ainda, era o fato de que não cobrava um centavo para ensinar.

Dentre seus alunos, que se destacaram fora da região, estava o Maestro Florentino Dias, maestro das bandas da Escola Naval do Rio de Janeiro e a Orquestra Sinfônica do Rio de Janeiro.

Pela sua simplicidade, o maestro Nelson Palmeira foi homenageado pelo alagoano de Lagoa da Canoa, Hermeto Pascoal, que era seu admirador e que veio à Arapiraca para vê-lo ensinar e ensaiar a sua banda no Município. Hermeto Pascoal, compôs e gravou músicas em sua homenagem.

O maestro Nelson Palmeira, em seu primeiro casamento com dona Julita Lemos Palmeira, teve 3 filhos: Antônio Lemos Palmeira, Maria Amália Palmeira Rodrigues e Wellington Lemos Palmeira, médico nas áreas de neurologia e psiquiatria de grande conceito no Estado de Alagoas.

Deixou os netos Maria de Cássia, Roberto Lúcio e Julita, todos filhos de Maria Amália , Julita Lemos Palmeira e Angélica Lemos Palmeira, filhas de Wellington Lemos Palmeira. Também foi casado com Dona Maria Emilia Palmeira.

[ Fonte: Blog – Arapiraca News  / www.arapiracanews.com ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

BIOGRAFIA – 2
 
Nelson Palmeira nasceu em Traipu/AL no dia 27 de maio de 1910, oriundo de família ligada á Música. Aos 12 anos de idade já tocava órgão acompanhando as missas celebradas pelo Pe. Alfredo, na igreja N. S. do O. Muito jovem, deixou sua terra natal ingressando na Polícia Militar de Alagoas, chegando a 1º sargento. Nessa época, casou-se com Julieta Lemos Palmeira, tem três filhos. 
 
Deixando a polícia militar, voltou a Traipu, onde lecionou Música para os jovens, durante um ano, até que em 1952, o vereador José Lúcio de Melo, presidente do Clube dos Fumicultores de Arapiraca, convidou o Maestro Nelson Palmeira para assumir a regência da Banda dos Fumicultores e ensinar Música substituindo o Maestro Araújo. Permaneceu durante 22 anos nesse cargo, conquistando grandes amizades, muito prestígio e admiração do povo arapiraquense.Em 1956, faleceu a sua esposa. Em 1957 casa-se com Maria Emília Palmeira.O Maestro Nelson Palmeira era um grande instrumentista, tocava muito bem clarineta, requinte, saxofone, órgão e piano. Foi autor da Música do Hino de Arapiraca e do Hino da Associação Arapiraquense (ASA); compôs diversos Dobrados, Valsas, Boleros, Marchas e Frevos. Foi mestre de várias gerações de músicos que ainda hoje dignificam e continuam o seu trabalho.

Criou sua própria banda (quando se desligou do Clube dos Fumicultores) chamada Lira Arapiraquense, tendo como apoio o Cônego Epitácio Rodrigues, que financiou a aquisição de novos instrumentos e o Maestro Nelson, como gratidão, colaborava na Paróquia N. S. do Bom Conselho, acompanhando solenidades, cerimônias religiosas e procissões.

A vida e o trabalho desse grande “Mestre” Nelson Palmeira foi de grande importância para a cultura de Arapiraca, pois levou ás gerações contemporâneas verdadeiras lições de civismo e o público emocionava-se muito ao vê-lo frente á banda, regendo com tanto garbo. Realmente cumpriu seu desejo, que era reger e tocar até o fim de sua vida.

[ Fonte: Livro “ACALA: História e Vida”, abril de 2009 ]

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

Uma resposta para “Maestro Nelson Palmeira

  1. Esse foi e sempre será o mestre dos mestres da música alagoana. Pois ele se foi, mas sua música está bem viva em cada um de seus alunos que à multiplicaram. esse grande dom que é a música instrumental

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s