CORDEIS / Cartuxo Cordelista

 

FRASES E MENSAGENS

Cartuxo Cordelista

COMO É BELA A NATUREZA
Autor: Cartuxo Cordelista ( 22 de julho de 2012 )

A Natureza é bela como é bela a Natureza, olha em tua volta, aprecia a tua beleza, analisa e pensa como é bela a Natureza, nos dando muito prazer só de olhar para ela a gente fica feliz com mais vontade de viver.

Por que querer modificar uma coisa tão perfeita? Se deita numa esteira bota a cabeça no lugar, a Natureza está preocupada começando a chorar e ela você querendo acabar.

Isso não está direito, dentro dos preceitos deixa a tua loucura de lado e tanta entender, a Natureza é bela você vai ter que
compreender, deixando de ser egoísta olha que paisagem bonita, com sua beleza singela, como é bela Natureza, como a Natureza é bela.

Entenda como quiser, você dorme deitado, mas caminha sempre em pé, já a árvore é diferente em pé é um ser vivente, cortada perdeu a vertente da sua espinha dorsal, como podes ser tão mal cortar um pé de pau que não te fez mal algum?

As árvores não precisam ser cortadas e sim tratadas para a sua beleza aumentar, assim sendo vamos delas cuidar com delicadeza, a Natureza é bela, como é bela a Natureza.

Cuidar com responsabilidade, isso é um dever que devemos ter em mente para também sobreviver, pois se a Natureza morre também vamos morrer, então vamos dar a ela carinho e destreza, a Natureza é bela, como é bela Natureza.

Nós como seres errantes vamos analisar a Natureza com os seus efeitos singelos nos dando tudo de bom e belo, o sol fazendo o seu elo nos dando calor, alegria e beleza, a Natureza é bela, como é bela a Natureza.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

PARE PARA PENSAR / Autor: Cartuxo Cordelista ( 22 de julho de 2012 )

Se você fuma maconha, usa crack ou cocaína essa não é tua sina, acredite em você procure viver melhor. Viraste um farrapo humano sem ninguém para conversar, pare um minuto prá pensar olha como o mundo é belo e você querendo se suicidar.

Você perdeu o valor também perdeu a razão, entrou nesse mundo cão mais ainda tem solução se você quiser sair é só ter opinião. Cada cabeça é um mundo, basta parar e raciocinar virastes um moribundo para um pouco e comece a pensar, não sejas injusto contigo não deixe o vício te dominar.

Você perdeu a crença não tem tempo para pensar, o seu pensamento é na droga essa vai te matar, sejas solidário contigo não deixe ela te levar, tente colocar na sua cabeça tire pelo menos um dia e vai na igreja rezar, aí você verá e sentirá que o povo que lá se encontra irá te abraçar.

Não tente se envergonhar pois o vício é uma doença que pode o ser humano acabar, procure pedir ajuda com uma boa terapia você pode se curar.

Tenha o pensamento forte não dê um chute na sorte, se você não comprar ninguém vai te vender tenha força de vontade não precisa se render, seu pai e sua mãe estão muito desgostosos vendo um filho tão formoso depois que entrou na droga não toma banho e não se troca vivendo que nem um cão raivoso.

Você escolheu o caminho errado mais se quiser ainda tem volta tudo depende de você, olha ao teu redor você é um ser esquecido mais ainda pode vencer.

É uma questão de querer, você pode ganhar o jogo nem tudo está perdido o jogo você pode ganhar assim vai deixar de ser esqauecido, tenha perseverança não perca a esperança olha para cima e pede que Deus vai te ajudar a sair desse mundo de ganância tua vida irá melhorar.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

AS MÃOS DE MINHA MÃE / Autor: Cartuxo Cordelista ( 11 de maio de 2012 )

Um jovem de nível acadêmico excelente, candidatou-se à posição de gerente de uma grande empresa. Passou a primeira entrevista e o diretor fez a última entrevista e tomou a última decisão. O diretor descobriu através do currículo que as suas realizações acadêmicas eram excelentes em todo o percurso, desde o secundário até à pesquisa da pós-graduação e não havia um ano em que não tivesse pontuado com nota máxima.

O diretor perguntou, “Tiveste alguma bolsa na escola?” o jovem respondeu, “nenhuma”. O diretor perguntou, “Foi o teu pai que pagou as tuas mensalidades ?” o jovem respondeu, “O meu pai faleceu quando tinha apenas um ano, foi a minha mãe quem pagou as minhas mensalidades. “O diretor perguntou, “Onde trabalha a tua mãe?” e o jovem respondeu, “A minha mãe lava roupa”. O diretor pediu que o jovem lhe mostrasse as suas mãos. O jovem mostrou um par de mãos macias e perfeitas. O diretor perguntou, “Alguma vez ajudaste a tua mãe a lavar as roupas?”, o jovem respondeu, “Nunca, a minha mãe sempre quis que eu estudasse e lesse mais livros. Além disso, a minha mãe lava a roupa mais depressa do que eu.”O diretor disse, “Eu tenho um pedido. Hoje, quando voltares, vais e limpas as mãos da tua mãe, e depois vens ver-me amanhã de manhã.”

O jovem sentiu que a hipótese de obter o emprego era alta. Quando chegou a casa, pediu feliz à mãe que o deixasse limpar as suas mãos. A mãe achou estranho, estava feliz mas com um misto de sentimentos e mostrou as suas mãos ao filho. O jovem limpou lentamente as mãos da mãe. Uma lágrima escorreu-lhe enquanto o fazia. Era a primeira vez que reparava que as mãos da mãe estavam muito enrugadas, e havia demasiadas contusões nas suas mãos. Algumas eram tão dolorosas que a mãe se queixava quando limpava com água. Esta era a primeira vez que o jovem percebia que este par de mãos que lavavam roupa todo o dia tinham-lhe pago as mensalidades. As contusões nas mãos da mãe eram o preço a pagar pela sua graduação, excelência acadêmica e o seu futuro.

Após acabar de limpar as mãos da mãe, o jovem silenciosamente lavou as restantes roupas pela sua mãe. Nessa noite, mãe e filho falaram por um longo tempo. Na manhã seguinte, o jovem foi ao gabinete do diretor. O diretor percebeu as lágrimas nos olhos do jovem e perguntou, “Diz-me, o que fizeste e aprendeste ontem em tua casa?”. O jovem respondeu, “Eu limpei as mãos da minha mãe, e ainda acabei de lavar as roupas que sobraram”. O diretor pediu, “Por favor diz-me o que sentiste.”O jovem disse: “Primeiro, agora sei o que é dar valor. Sem a minha mãe, não haveria um eu com sucesso hoje. Segundo, ao trabalhar e ajudar a minha mãe, só agora percebi a dificuldade e dureza que é ter algo pronto. Terceiro, agora aprecio a importância e valor de uma relação familiar. O diretor disse, “Isto é o que eu procuro para um gerente. Eu quero recrutar alguém que saiba apreciar a ajuda dos outros, uma pessoa que conheça o sofrimento dos outros para terem as coisas feitas, e uma pessoa que não coloque o dinheiro como o seu único objetivo na vida”.

Mais tarde, este jovem trabalhou arduamente e recebeu o respeito dos seus subordinados. Todos os empregados trabalhavam diligentemente e como equipe. O desempenho da empresa melhorou tremendamente.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

TUDO TEM NA NATUREZA / Autor: Cartuxo Cordelista ( 8 de maio de 2012 )

Tem o sapo / Tem a rã e a perereca / Tem o badoque / Também tem a peteca / Tem um menino travesso / Usando arco e flecha.
Tem uma casa de taipa / Tem um pote / E um porrão / Tem um fogo aceso / Preparando um pirão.

Um pirão / Para o jantar / De uma galinha caipira / Que ela só deu e não tira / Um ovo para procriar.
Tem o boi / Tem o arado / Também tem o trado / Para o buraco cavar / Uma cacimba / Para a água gente poder tomar.

Tem o bode / Tem o porco / Também tem o preá / Tem o querosene / Tem o candeeiro / Para a casa alumiar.
Também tem o petisqueiro / Para os pratos guardar / Tem um quadro na parede/
Para a memória lembrar / Jesus Cristo sorrindo / Pra gente poder orar.

Temos o dia / Para podermos trabalhar / Produzindo o que comer / Para poder alimentar / Toda a nossa família / Lhes dando bem estar.
Tem um bem-te-vi cantando / João de barro trabalhando / Fazendo um primeiro andar / Seu filhote está chegando / Para a família aumentar.

Tem uma porca parida / Deitada no seu lugar / Aleitando os bacorinhos / Pra todos poderem brincar / Se sujando na lama / Pra poder se deitar.
Tem uma pata toda faceira / Deitada num aguaceiro / Olhando o tempo passar / Cuidando dos seus patinhos / Olhando cada passinho / Para não se machucar.

Tem o passarinho perneta / Andando numa perna só / Tem o gavião / Tem o socó / Com o seu bico arisco / Comendo do bom e do melhor.
Tem o japiaçú / Andando de norte a sul / Conhecendo o Brasil / Para dar aula / Para a galera apreciar / Até mesmo o urubu.

Por falar em urubu / Essa é uma ave inteligente / Fazendo sua limpeza / Desse homem descrente / Que a Natureza destrói / Mas ele está presente.
Fazendo toda limpeza / Com a maior destreza / Igual a uma estrela cadente / Deixando tudo limpinho / Na maior perfeição / E nos ficarmos contentes.

Ainda tem o beija-flor / Com sua velocidade voraz / Batendo as suas asas / Voando pra frente e para traz / Sugando o seu néctar / A Natureza ele satisfaz.
Tem o galo de campina / O nome já está dizendo / Ele voa e empina / Mas não é uma pipa no ar / É um passarinho bonito / Com o jeito de saber voar.

Aí vem o extravagante / Com sua coleira bonita / Passarinho nenhum imita / O jeito do seu cantar / Ele e preto e branco / Mas tem o dom de declamar.
Tem um tal de azulão / Azul da cor do luar / Mesmo estando numa gaiola / Ele não para de cantar / O canto é tão bonito / Que eu fico a observar.

Não posso esquecer o cancão / Com habilidade no seu cantar / O seu canto é verdadeiro / Basta saber escutar/Oh! passarinho tinhoso!/Que até asma pode curar.
Tem o Martín pescador / Que não precisa de rede / Para poder pescar / Ele espera a hora certa / Com muita paciência / E o peixe poder fisgar.

Tem o nobre jumento / Para a carga / Poder carregar / Trazendo em cima / Um camaleão / E um monte de mangangá.
Pois tem / Uma plantação de maracujá / Sem o mangangá / Ela não vai vingar / Ele tem todo o vigor / Para a mesma poder florar.

Não esqueçamos o cavalo / Com o seu trote matreiro / Trabalhando o dia inteiro /Para o seu dono ajudar / Levando o produto da terra / Para dinheiro apurar.
Tem dois bois de carro / Arando o dia inteiro / A terra para plantar / Pois eles sabem / Que trabalhando / Vão ter o que lucrar.

A alimentação garantida / Pois trabalhando bastante / Sem perder um instante / Para poder se alimentar / A alimentação é sagrada Agora vão descansar.
Ainda tem a dona abelha / Com o seu favo de mel / Fornecendo o doce açúcar / Pra fazer bolo a granel / Oh! Natureza linda Pois caíste do céu.

Tem um xexéu / Em cima de uma bananeira / Um vaqueiro sentado / Limpando sua perneira / E o seu cavalo descansando / Ao lado da ribanceira.
Tem um jacaré no lago / Querendo fazer besteira / Tem uma cabra deitada / Em cima de uma esteira Mas a cobra fala prá ele / Não faça tal asneira.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

UMA GOTA D’ÁGUA!
Autor: Cartuxo Cordelista ( 26 de março de 2012 )

Uma gota d’água / Pingando numa semente / Vai crescer uma árvore / Para nos dar uma sobra presente / Enfeitando a Natureza / Pra gente ficar contente.
Ficar contente de ver / Apenas uma gota d’água / Com um pinguinho decente / Com tão pouca água / Gerar um pé de pau crescente / E a Natureza sempre presente.

Isso é que é maravilha / Uma gota tão pequena / Gerando vida e energia / Para uma criança apreciar / Sabendo que a Natureza / Tudo tem para nos dá.
Oh! gota decente / Tu tens o ser presente / Do Criador que te mandou / E colocou nessa semente /Pra gente olhar com louvor O gota d’agua cheia de amor.

E apenas uma gotinha / Com muita virilidade / Se juntarmos / De gotinha em gotinha / Com muita facilidade / Aguaremos o campo e a Cidade.
Uma gota d’água e coisa séria / Se você deixa uma torneira aberta / Pingando a noite toda / Quando for de manhã / Ela encheu um tanque / E também uma caneca.

Uma gota d’água / É muito importante / Não podemos desperdiçar / Pois de gota em gota / E um pouco de paciência / Uma jaqueira você pode aguar.
A Natureza é bela e decente / O arco-íris imponente / Com todas as sua cores / Se olharmos direitinho / Abaixo dele está o segredo A água toda em gotinhas.
Vejam como é bonito Uma gota d’água pingando / Com toda sua decência / Uma bacia ela enche / E você poderá aguar / E uma planta brotará.
Uma gota d’água / É para ver e admirar / Por tanto não seja descrente / Que uma pequena gota / Tão pequeninha / Pode virar uma nascente.

Uma nascente / Que desce com velocidade / Formando rios e vales / Florescendo as margens / Criando a vegetação / A gota d’agua é pura criação.
Imaginem, quando chove / A chuva não vem de vez / Vem toda em gotinhas / Pois se viesse de uma vez / A inundação era tanta / Não escaparia ninguém.

[ Fonte:  http://cartuxocordelista.blogspot.com.br/ ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

SER GENTE
Autor: Cartuxo

O deficiente não é um indigente, basta que a sociedade se oriente e trate ele melhor, tendo consciência que o deficiente jamais será pior, os governantes precisam entender que quem não enxerga não ver, por que um orelhão na rua?

Uma calçada em desnível como o cadeirante vai andar? Se eu não posso enxergar num orelhão minha cabeça vai bater e um tombo vou levar. Imaginem um cadeirante com essas calçadas errantes, ele sem poder fazer nada, fica de mãos atadas sua cadeira poder virar.

Eu sou um deficiente porque não posso enxergar, mas mereço respeito, não quero dó nem piedade, quero apenas os meus direitos. Os direitos de um cidadão que não tem a visão mais tem o direito de compartilhar também desse chão.

É preciso mais conceito para com o deficiente, não precisa preconceito o deficiente precisa viver melhor, dentro da sociedade exercendo os seus direitos ele jamais estará só. Já que eu não posso andar, me deem os meus preceitos para na minha cadeira poder me locomover e também passear; por favor mandem as calçadas nivelar.

Como eu não posso enxergar tirem esses orelhões das ruas que eu agradeço de coração, pois eu também sou gente faça a sua obrigação.

[ Fonte: http://minutoarapiraca.com.br/index.php/blog/cartuxo#7747  ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

REFLEXÃO**
Por Cartuxo

Nada de poesia sem inspiração
Nada de amor sem paixão
Nada de discórdia sem perdão
Nada de fé sem oração
Nada de Deus tudo é, em vão.

Nada de deixar de ser Cristão
Nada de brincar com a traição
Nada de ferir o teu irmão
Nada de esquecer Adão
Nada de pecar sem perdão.

Nada de enxergar sem visão
Nada de se deitar sem oração
Nada de cair na escuridão
Nada de rogar sem opinião
Nada de esperar por maldição.

Nada de querer viver sem noção
Nada de sempre dizer não
Nada de querer viver como cão
Nada de querer perder a salvação
Nada de viver sem Jesus no coração.

* Nota:
Esta anáfora é um trecho do livro Nada (Anáfora) de autoria de Cartuxo. A data para a publicação desta obra literária está prevista para o mês de abril de 2013.
 
* Curiosidade:
O livro Nada (Anáfora) contém 1.200 estrofes com 5 versos cada – totalizando 6.000 versos.

______________________________________________________________________________________________________

MENSAGENS / Cartuxo Cordelista

* A pobreza em si com dignidade e fé Deus é altamente proveitosa, a
riqueza mal adquirida é vergonhosa.

* O mundo é para todos, mas nem todos servem para o mundo.

* Se você se acha mais esperto que os outros, pense duas vezes antes de
agir, não haja por impulso e sim por convicção.

* Não procures ser inferior a ninguém, seja sempre você pois somos todos iguais.

* É preciso ser paciente para poder ser compreendido, assim sendo
chegaremos a um denominador comum.

* Nunca ame sem gostar, nem goste sem amar.

* Se você desconfia das pessoas, olhe-se primeiro no espelho para poder
desconfiar e não cometer pecado.

* A única herança que podes deixar para os teus filhos é a educação e
uma boa formação profissional.

* Como seria bom se não existissem essas guerras imundas, que beneficiam
a meia dúzia de hipócritas e mata milhões em todo o mundo.

* Não sintas vergonha porque não tens uma fisionomia bonita, o teu
interior vale mais que a beleza externa.

* A valentia por si só é a prova da violência e o sinônimo da covardia.

* Se plantas uma árvore com amor e carinho estarás plantando uma vida.

* Se és injusto contigo, pelo menos sejas justo com os outros.

* Existem metidos a sábio que são idiotas, mas tem idiotas que são sábios.

* Na escuridão da noite a lua cheia é soberana, durante o dia o Sol é o rei.

* Como saber o que certo ou errado se não procuras corrigir os teus erros.

* Como chegar ao cume de uma montanha se não saísse ainda solo?

* Como poder ser compreendido se não existir compreensão?

* Nunca carregue o peso que não podes senão te machucarás.

* Se você não ama si mesmo, como poderás amar os outros?

* Se integre para não entregar.

* Nem todo homem de bem é bandido, mas nem todo bandido é homem de bem.

* Não guardes rancor quando se pode dar amor, portanto aprenda a amar.

* O Sol nasce para todos, clareia todo o dia, os pássaros gorjeiam
levando o homem para o trabalho dia a dia.

* A vida é um dilema que se torna num poema que poucos podem decifrar,
sendo assim vamos fazer uma equação, se você é bom de poema faça a sua
avaliação.

* O vento sopra na montanha, sobe rampa e desce rampa, o homem trabalha
no campo produzindo o que comer depois da colheita pronta junta toda
família, reza uma Ave Maria e agradece ao Criador.

* Não escrevo o dia todo mais escrevo todo dia, tentando entender o teor
da sabedoria.

* Quando sento e me levanto sinto Jesus no pranto e agradeço o dia a
dia, levando minhas mensagens através do Pai Nosso aos povos de nossos
dias.

* O mundo é uma esfera com suas roldanas perfeitas girando suas catracas
aleitando a Natureza, a Natureza que tudo nos dá, o pão nosso de cada
dia nos dando prazer e alegria durante o dia todo e durante todo dia.

[ Fonte: http://cartuxocordelista.blogspot.com.br/ ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

DEPOIMENTOS
“”Valeu Cartuxo! Parabéns por sua luta pela valorização e resgate da nossa verdadeira Cultura Popular. Viva a Cultura…””
Abs, Pedro Jorge, em 20 de julho de 2012.
[ Fonte: http://minutoarapiraca.com.br/index.php/blog/cartuxo#7539 ]

“A Cultura alagoana agradece ao grande cordelista Cartuxo, por ascender a chama da nossa Cultura, que aos poucos estava sendo apagada, é preciso que a mente de algumas pessoas que fingem construir o futuro, mas na verdade estão esquecendo o passado cultural”.
Paulinho da Julita, em 31 de julho de 2012.
[ Fonte: http://minutoarapiraca.com.br/index.php/blog/cartuxo#7539 ]

[ Editado por Pedro Jorge ]

Uma resposta para “CORDEIS / Cartuxo Cordelista

  1. EMÍDIO AUGUSTO FERREIRA (Acróstico)*
    Autor: Cartuxo Cordelista

    E xemplar pai e amigo
    M ediador e explicativo
    I ndomêto e prestativo
    D evoto do Criador
    I nteligente e competente
    O bra do Criador

    A utêntico no que fazia
    U nânime com primasia
    G ostava de poesia
    U sava a sabedoria
    S atisfeito sem demasia
    T rabalhador com maestria
    O s filhos tratou com alegria

    F ervoroso e animador
    E xcelência por si só
    R everenciado e admirador
    R espeitado com louvor
    E xcelente no que fazia
    I rreverente com alegria
    R azoável sem demagogia
    A utêntico no que fazia.

    * Dedico este acróstico ao meu pai, Emidio Augusto Ferreira. Quero deixar os meus agradecimentos ao meu grande mestre e escritor, José Carlos Gueta – O POETA DO ABC, com quem estou aprendendo fazer acróstico. É uma honra e orgulho tê-lo como inspiração, e também a Gisele e Zé Mauro por me tornar conhecido no mundo da literatura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s