Laércio Moreno

 

FICHA ARTÍSTICA

Nome: Laércio Moreno
Data de nascimento: 30 de julho de 1967
Local: Major Izidoro (AL)
Atividades: Cantor, compositor  e artista plástico.

[ Fonte: http://www.novostalentos.net ]

PERFIL – Laércio Moreno
( Carece de fonte )

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

CULTURA E TURISMO

Poeta Popular Radicado em Arapiraca é Sucesso nas Redes Sociais – Por Breno Airan (Dep. de Imprensa, em 09/09/2014)

Natural de Major Izidoro/AL – o poeta, músico e artista plástico Laércio Moreno -, está ganhando cada vez mais notoriedade nas redes sociais, contando causos do homem do campo.

É vasta a literatura que compreende o “matuto”, sujeito que de certo modo vive alheio à modernidade, mas tem os saberes repassados na oralidade. E, na declamação, é que a coisa toda ganha uma rima especial na voz de Laércio.

Ele alcançou um número superior a 22 mil compartilhamentos pelo Facebook em uma de suas declamações – é o encontro, a junção da poesia matuta com os recursos tecnológicos.

“Tenho alguns poemas meus como ‘O Corno Galinheiro’, mas também reverencio os mestres Patativa do Assaré, Zé da Luz, Amazan e Jessier Quirino, por exemplo. Este contato do internauta com a cultura é muito importante nos dias de hoje, quanto mais com o que se direciona às nossas raízes nordestinas. Então, vi o Facebook como o melhor canal para repassar isso”, diz.

Laércio Moreno passou a infância no município de Major Izidoro e lá lia literatura de cordel para sua avó, que não sabia ler. Foi deste modo que ele começou a descobrir o universo literário e o gosto pelas artes. Aos seis anos, veio morar em Arapiraca/AL de vez e criou vínculo também com a música e a pintura.

Atualmente, ele é professor na Escola de Arte, no II Centro de Apoio às Escolas de Tempo Integral, situada na Praça Luiz Pereira Lima, dando aulas para crianças e adolescentes da Rede Municipal de Ensino, nos períodos da manhã e tarde, e adultos da comunidade, à noite.

Para conferir alguns vídeos das declamações do artista, como “Eleitor Sabido”, “A Dieta da Farinha”, “Corno Manso”, “O Erro da Vendedora” e “Comício”, acesse o perfil do Facebook dele no endereço: facebook.com/laercio.moreno.5

Fonte: http://www.arapiraca.al.gov.br/v3/noticia.php?notid=7799

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

LETRA

HOMENAGEM AOS MÚSICOS DE ARAPIRACA
Compositor: Laércio Moreno
Intérprete: Laércio Moreno
Gravadora: Independente
Ano de produção: 2011
Estúdio: Lobinho – Arapiraca/AL
Gênero: Samba.

Abertura ( parte falada ):
Essa é uma singela homenagem, de Laércio Moreno, aos colegas músicos de Arapiraca. Simbora!

Refrão:
Arapiraca, me dê licença pra eu fazer um som:
Uma homenagem pra minha galera,
Nessa cidade, que é pra lá de bom. ( BIS )

Eu quero Dira Lino,
Quero Priscila, que é pra mim cantar.
Quero Lourenço, junto com Paulinho,
Em um dueto de arrepiar.

“Mestre” Zé Dules, vem com Jorginho e seu acordeon.
Chama Marcelo e o grupo Artchoro,
Junta a galera pra fazer um som.

Ari Queirós com Eribério e Elaine Kundera.
Tem Flávio Malta, Laércio Moreno e Edjário, tocando batera. ( BIS )

Pé de Balcão, vou tomar uma prá curtir a festa.
Ouvir Tozinho fazendo seresta,
Lá no programa do” Seu” Zé de Sá.
Nos Braços da Saudade!

O Mário Maia, César Soares também vai cantar.
Humberto, Cica, Moab, Uziel, vem pra fazer o violão chorar. ( BIS )

Lá vem “Jozão da Paraíba” com Miguel Vieira.
Afrísio Acácio, Noaldo e Bastinho puxando o fole com Alves Correia. ( BIS ). Pense!

Refrão:
Arapiraca, me dê licença pra eu fazer um som:
Uma homenagem pra minha galera,
Nessa Cidade, que é pra lá de bom. ( BIS )

Encerramento ( parte falada ):
Ainda tem: Lobinho, “Ysleche”, Sandro, Tiago, Sebastião, Nelsinho, Catatau, Gildo Araujo, Wagner e muito mais.

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

ARTIGOS / Blog – Laércio Moreno ( Portal 96.com )

1. MOMENTOS E MOVIMENTOS
Por Laércio Moreno (Publicado em 02/04/2014)

O Brasil sempre teve grandes momentos e movimentos musicais:
* A Velha Guarda do samba iniciada por Noel Rosa, Ataulfo Alves, Jamelão, entre outros, trazia um retrato cantado da boemia carioca em tempos de bares e charutos.

* Depois viria o romantismo com vozes suaves e bem colocadas de Nelson Gonçalves, Lupicínio Rodrigues, Francisco Alves entre outros, que cantavam o amor e o cotidiano de uma época diferente.

* Na mesma época um nordestino chamado Luiz Gonzaga ensinava ao povo como se dança o baião e apresentava o nordeste ao Brasil. Mais tarde viria a Bossa Nova de Ipanema, com os acordes de Vinícius de Moraes, João Gilberto, Roberto Menescal, Tom Jobim, retratando um novo Rio de Janeiro das praias e garotas exuberantes.

* Logo após chegaria aquele que foi um dos mais fervorosos movimentos: A Jovem Guarda comandada por Roberto Carlos que trazia uma turma jovem e com vozes maravilhosas, marcando uma época de bruscas mudanças nos destinos do país. Na mesma época os festivais da MPB revelavam Chico Buarque, Geraldo Vandré, Jair Rodrigues, Elis Regina e tantos outros.

* Nos anos 1970 a Tropicália de Caetano, Gil, Moraes, Tom Zé. Esta geração dava gritos de liberdade de toda uma juventude reprimida, com suas guitarras elétricas e roupas coloridas, ANARQUIZANDO o poderio militar.

* Nos anos 1980 todos sabem o que foi com: Legião, Biquini, Paralamas, Engenheiros, Titãs, Capital, Ritchie e muitos outros, mostrando uma transição de governo e muita tecnologia.

* Já nos anos 1990, vinham de Goiás as vozes do sertanejo romântico, falando de amores e da vida no campo. Da Bahia o Axé, mostrando suas danças e suas cores.

E HOJE? O QUE TEMOS HOJE? NADA!!!
Acho que a música hoje é uma página em branco que no futuro, ninguém lembrará o que ela marcou na vida de toda uma geração. LAMENTÁVEL!!!

2. UM FUTURO COM FUTURO
Por Laércio Moreno (Publicado em 17/03/2014)

As artes, sejam elas música, teatro, danças ou plásticas (pintura em tela, desenho escultura etc.) tanto tem o poder de construir uma sociedade inteligente, culta e humanitária, como tem o poder de educar e encaminhar qualquer jovem a um futuro com futuro.

Creio eu na minha humilde maneira de pensar, que se em cada bairro de nossa cidade, existisse uma escola de teatro, de musica, de dança, de artes plásticas, mesmo que pequenas, e que oferecesse aulas para tantas crianças que passam os seus dias e noites,compenetrados em seus IPads, Ipods e celulares cada vez mais sofisticados, reduzindo seus QIs à cinzas nas tais redes sociais, que mais tiram do que oferecem e que os tornam verdadeiros zumbis.

Garotas se envolvendo cada vez mais cedo com os garotos também deseducados, sendo pais e mães precocemente e se envolvendo com um mundo obscuro que só os leva a um ‘futuro sem futuro’.

Mas se um dia os poderes público e privado tiveram consciência de que arte é uma das maneiras simples e eficaz de tirar das ruas e do ócio nossas crianças, oferecendo assim, uma linda profissão e abrindo uma janela que os mostrará caminhos de cores e risos no hoje e no amanhã, ai sim! Senhoras e senhores.
poderemos esperar que tudo ficará bem mais tranquilo e que veremos os filhos dos nossos filhos, pedir bençam ao seu próprio pai.

Esta é a simples opinião de um simples artista local, que logo cedo se envolveu com as artes, e que está aqui até hoje, testemunhando que esta é uma boa solução pra os atuais problemas que afligem nossa linda juventude. Por isso eu digo: artes, artes e mais artes e depois é só deixá-los que eles irão em busca de UM FUTURO COM FUTURO.

3. ESPAÇO PÚBLICO PRA QUEM?
Por Laércio Moreno (Publicado em 08/05/2014)

Os artistas arapiraquenses lamentam a ausência de apoio, por parte do poder público, aos nossos espaços criados pra apresentações musicais, teatrais e culturais em geral.

Arapiraca/AL, em um passado não muito distante, fazia parte do circuito dos violeiros do Nordeste. Evento que era realizado no Mercado do Artesanato e que em três dias atraia uma população órfã de cultura e que movimentava aquele espaço, favorecendo assim os comerciantes do mercado, gerando emprego e renda.

Nos finais de semana a população já estava habituada à levar a família pra curtir uma boa música com os artistas locais, que era realizado também na tenda do artesanato. Hoje todos lamentam e torcem para que os eventos voltem a acontecer. Isso sem falar da tradicional Paixão de Cristo que também foi retirada do roteiro turístico da cidade.

Quadrilhas juninas já lamentam a falta de apoio para os festejos juninos deste ano. Onde vamos parar? Eu, como músico local, também sinto esse vazio nas nossas noites de cultura, que cultura!?.

Ficamos limitados aos barzinhos pra ouvir o que nem sempre queremos. As crianças com seus pais também lamentam as praças vazias de uma boa música. Esperamos que ‘um dia’ tudo volte a ser como antes…

[ Fonte (link):  http://www.portal96.com/v4/colunista/laercio-moreno/22/#apocaliptica ]

4. SÃO JOÃO SEM TRADIÇÃO… NÃO É!
Por Laércio Moreno (31/05/2014)

O São João tem, a cada ano, sofrido uma brusca derrota em sua original tradição, que até assusta a quem espera o ano inteiro por essa festa típica da nossa gente.

Quem diria que o tradicional São João de Caruaru/PE iria trair suas origens, deixando de lado os verdadeiros representantes da autêntica musica nordestina e aderindo ao modernismo da música jovem, não desmerecendo os novos talentos, mas defendendo aqueles que durante todo ano, se preparam pra fazer bonito nesta festa que é a sua tábua de salvação. Tendo em vista que hoje nenhum deles fatura com vendas de CDs e DVDs.

Artistas tradicionais como Genival Lacerda, Ademário Coelho, Jorge de Altinho e muitos outros, perdendo seus cachês, para Luan Santana, Jorge & Matheus e Cia. E se em Caruaru, que tem a tradição do autentico forró pé de serra é assim, eu nem arrisco em querer saber como será onde não tem tradição.

Em Arapiraca/AL, por exemplo, se já não tinha muita coisa, agora é que ‘acaba de lascar’. Torço muito para que os nossos forrozeiros tenham por aqui algum ‘cachêzinho’, porque se continuar esse desmantelo, a sanfona de Gonzaga e Dominguinhos vão acabar no esquecimento. Bandas que faturam alto durante todo ano, incluindo no Carnaval, estão tomando conta também do nosso São João.

É uma pena, é uma pena! É demais, tanta dor a chorar por amor.

[ Fonte (link): http://www.portal96.com/v4/colunista/laercio-moreno/22/#o-cara:-homenagem-a-um-dancarino- %5D

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

SAIBA MAIS
Site “Novos Talentos”: http://www.novostalentos.net/musicas.php?id=6412

CONTATO
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

Anúncios

3 Respostas para “Laércio Moreno

  1. “Pedro Jorge, não foi à toa que pedi para você me adicionar em seu Facebook, você entende de tudo o que é bom. Pra ser sincero não conhecia este cantor e instrumentista, Laércio Moreno, o qual a partir de agora tem todo o meu respeito por ser talentoso, afinado e sensato. Esta música que ele canta, recordando um grande sucesso de Vander Lee, Onde Deus Possa me Ouvir, tirou muitas pessoas que se encontravam transtornadas. Esta canção foi capaz de trazer muita paz para os corações de quem estavam em sofrimento. Um abraço fraterno!” – (Camilo Cândido Da Silveira Zaponi)

  2. “Curto demais o poeta, Laércio Moreno. Este artista está moldado ao meu gosto
    musical: MPB e poesia matuta…” – (Silvio Sapucaia)

  3. Laércio, o Poeta Tecno Matuto
    Por Janu (01/04/2016)

    No dia 19 de Dezembro de 2014, Laércio Moreno lançava seu CD de poesia matuta na Escola de Belas Artes de Arapiraca, na qual também era professor de Artes Plásticas ­ artista dinâmico que é. Lembro do dia, pois fui (e lembrei exatamente porque pesquisei na internet, oras). Na plateia, pouca gente e a ausência comum da cena ‘vanguardista’ de Arapiraca que praticamente nunca aparece nos eventos/lançamentos uns dos outros.

    Principalmente se tratando de um dos únicos ‘das antigas’ que tem um grande cunho autoral em sua arte.

    Laércio é cantor, compositor, artista plástico e um grande declamador de poesia matuta ­ tanto que viu seus vídeos, gravados pelo celular mesmo, tomarem grandes proporções em compartilhamentos no facebook, whats app e sendo “usado” em canais do youtube de terceiros. Gente de todo canto vive pedindo músicas, alôs e declamações desse matuto interligado nas redes. Batemos um papo sobre esse momento, reconhecimento e curiosidades. Saca só:

    Janu ­ Como tu se sente com essa repercussão grande e silenciosa ao mesmo tempo?

    Já vi alguns vídeos, muitos com milhares de visualizações. Só que tem gente aqui em Arapiraca que não sabe dessa tua arte no meio virtual em contraponto a MUITA gente de outros estados.

    Laércio:­ É isso aí cara. Eu me sinto feliz. Agora que tô sendo descoberto aqui, através dos de fora. Recebo muitos pedidos de música de gente de todo o país, volta e meia gravo um vídeo tocando a música, agradecendo todo o carinho.

    Janu: Você faz tudo sozinho? Filmagem, edição, som?

    Laércio: Isso mesmo. Sozinho e com o celular.

    Janu: Alguém te procura pra tentar “parcerias” online?

    Zapeando alguns vídeos teus no Youtube, vi alguns casos como um “Janilton Jesus” que postou e no final ainda colocou “Uma produção Macaubense Life”, sendo que você quem fez…

    Laércio: Aparece uns caras, umas agências, mas tudo com interesse. De subir nas costas, sabe? Ai prefiro continuar só mesmo. Recentemente uma turma do movimento Fora Dilma de Recife queria música ­ só que de graça. Ai complica (risos). Aparece direto. Me colocam em canais do Youtube, pra faturar, também sei disso. Acho bom porque acaba divulgando e através disso eu tenho recebido convites pra ir embora, só que
    algumas coisas me prendem aqui. Por enquanto.

    Janu: Convites de onde, por exemplo?

    Laércio: Do Rio de Janeiro, de Minas, Sampa… Teve até pra Portugal, cara. Foi um convite de um dono de hotel, pra cantar direto em Lisboa.

    Janu :E você recusou o convite da Viúva da Cidade do Cabo? “Viúva da Cidade do Cabo” pode dar em música, hein?

    Laércio: Uma música pra ela? Ave maria. O nome dela é Varanda “Sentado numa Varanda na cadeira de balanço, lanço um olhar sobre a lua, na rua que ela anda. (risos) ­ até que dava pra fazer mesmo. Voltando um pouco, Janu, eu não me acho com bagagem. Me acho fraquinho, cara. Componho, não o que desejaria.

    Janu: Qué isso, companheiro. Na minha humilde opinião você se garante sim. Tanto que já são vários vídeos com milhares de visualizações no Facebook, compartilhados nos “Zap Zaps”…

    Laércio: Bixo, eu já morei muito fora. Quando era casado, com filho pequeno e por precisão. Nessa altura da vida eu não preciso mais. E tem um lance, cara: Eu tenho medo de fama ­ não de ser famoso, o lance é quando o assédio para; vem a depressão. É fogo.

    Janu: Medo da fama?

    Laércio: É. E o medo da fama atrapalha. O fato d ?eu evitar sair pro mundo me faz deixar de faturar uma grana boa. Sei que tenho vídeos como “O Eleitor Sabido” e “Zap Zap”, cada um com quase 200 mil visualizações no facebook ­ tem os que compartilham no Whats App e não dá pra contar. Já tem algumas empresas encomendando comercial, é o que tem gerando a renda específica dessas minhas ações no mundo virtual. A coisa tá andando.

    Fonte (link): http://arapiracanews.com/blogs/janu – Janu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s