Renan Padilha

 

O ALQUIMISTA DAS CORES / RENAN PADILHA, ARTISTA PLÁSTICO ALAGOANO, VIVEU SEU AUGE DE CRIAÇÃO NOS ANOS 1970 E 1980 COM EXPOSIÇÕES PELO BRASIL
Por Marcelo Amorim (repórter)

“Gosto de garimpar. A arte vem desde a minha adolescência. Gosto também de colecionar. Colecionava antiguidades e depois passei para a arte popular”

Nascido no município de Viçosa (AL) no ano de 1950, Renan Padilha, logo se mudou com a família para a histórica e cultural cidade de Penedo (AL). Já envolvido com o desenho e admirador da arte de forma espontânea, ao crescer na cidade ribeirinha, logo se viu como apreciador e aprendiz do mestre Antônio Pedro, já falecido e que na época transformou a cidade em referência na criação de imagens sacras, através dos chamados santeiros, que até hoje mantêm a tradição. Mas o caminho do artista plástico se voltava mais para a pintura do que propriamente à escultura.

“A cidade de Penedo é muito bonita e me serviu de cenário e inspiração para meu trabalho. Eu via uma plasticidade muito grande e transferi para a minha pintura”, rememora. E essa “raiz cultural” ligada ao estilo barroco, à arte naïf, passou a ser retratada nos primeiros quadros do artista, com seus casarios coloridos, igrejas, procissões católicas e santos como São Francisco bem representados ao estilo que Renan Padilha incorporou e que permanece como único no cenário artístico alagoano.

Mas foi a mudança para a cidade de Arapiraca, aos 19 anos de idade, que se transformou no maior passo para o desenvolvimento da carreira do artista plástico. Por influência do escultor, professor e historiador Zezito Guedes, decidiu apostar em seu potencial artístico e, como desbravador, passar a viver das próprias criações. Seguiu pelo desenho e pela pintura. Fez sua primeira exposição em 1970 como participante do 4º Salão de Artes de Arapiraca, um acontecimento à época e que elevou a localidade ao posto de “celeiro de artistas” em Alagoas.

Inquieto e observador, a partir dos anos 1970, iniciou pesquisa sobre cerâmica entre os estados do Ceará e Minas Gerais e descobriu, na ocasião, que em Alagoas não havia nada representativo com o produto surgido do barro. Em um daqueles tinos comuns aos artistas e pessoas com sensibilidade aflorada, decidiu levar sua pintura para peças garimpadas por ele durante as viagens. Surgia a partir daí obras com traçados coloridos, por vezes geométricos e em outras a lembrar aspectos da flora alagoana. Transformava-se, a partir de então, em referência da arte alagoana.

Em 1975, realizou sua primeira exposição individual em grande estilo, no referenciado Instituto Joaquim Nabuco, em Recife (PE), e assim entrou de vez para o circuito de artistas nordestinos apreciados por galeristas da região Sudeste, o maior polo de arte em efervescência no Brasil. Desse modo, suas peças ganharam exposições nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, e a partir daí passaram a estampar revistas ligadas à arte e à decoração. Ele mesmo faz questão de guardar a própria história em casa, hábito que posteriormente o transformou em colecionador de arte, principalmente cerâmica, com peças de artistas populares que estão entre os mais importantes e reconhecidos do País, como mestre Manoel Eudócio, seguidor do mestre Vitalino e falecido, em 2016.

Fonte: caderno B do jornal “Gazeta de Alagoas”, edição de 27 e 28/01/2018.

Fonte (link): http://gazetaweb.globo.com/gazetadealagoas/noticia.php?c=319018

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

RENAN PADILHA EXPÕE “ALQUIMIA DAS CORES” NA  UNEAL
Por Redação com assessoria do artista (02/12/2013)

Renan Padilha expõe peças na UNEAL, em Arapiraca/AL . “Alquimia das Cores” é o título da exposição do artista alagoano, Renan Padilha, que reúne peças em cerâmicas garimpadas e pintadas por ele com primor.

Promovida pela UNEAL (Universidade Estadual de Alagoas), a abertura da mostra acontece na terça-feira, 10 de dezembro, às 20h, no hall do Campus I, em Arapiraca e fica em cartaz até o dia 20.

“Após ter participado de exposições em Maceió+AL, Recife-PE, São Paulo/SP e Brasília/DF, chega o momento de Padilha oferecer ao público de nossa cidade, por intermédio desta generosa iniciativa da UNEAL, na pessoa do reitor Jairo Campos, um belo conjunto de peças que enaltecem a carreira deste talentoso artista que nos orgulha com seu trabalho e nos comove com sua excepcional sensibilidade”, diz José Niraldo de Farias, PHD em literatura e assessor de relações internacionais da UFAL (Universidade Federal de Alagoas), ao fazer a apresentação da mostra para o público.

Vasos, animais, peças em variados formatos fazem parte da exposição, segundo o próprio artista, que iniciou a carreira ainda nos anos de 1970 e já conquistou menção honrosa numa das edições do então salão dos novos artistas do Nordeste, realizada nesta mesma década em Salvador, na Bahia. Renan Padilha nasceu em Viçosa, morou em Penedo e radicou-se em Arapiraca.

“Nosso objetivo é valorizar e promover o trabalho do artista, aproximando também a universidade à comunidade”, ressalta Jairo Campos, reitor da UNEAL. Ele informa ainda que a realização da mostra “Alquimia das Cores” faz parte das ações de extensão, desenvolvidas na instituição nos últimos anos.

 

Exposição “Alquimia das Cores”

SERVIÇO / Exposição Alquimia das Cores – Peças em Cerâmica

Artista: Renan Padilha
Local: Hall do Campus Arapiraca da UNEAL
Abertura: 10 de dezembro (terça-feira), às 20h
Visitação até 20 de dezembro de 2013.

Fonte: Da Redação com assessoria do artista.

[ Fonte: http://www.jaenoticia.com.br/noticia/4229/Renan-Padilha-expoe-‘Alquimia-das-Cores’-na-UNEAL ]

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

CONTATOS – Renan Padilha

( Carece de fonte )

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

Anúncios

Uma resposta para “Renan Padilha

  1. PERFIL – Renan Padilha

    Renan Padilha nasceu em Viçosa/AL. Viveu sua infância e adolescência em Penedo/AL, mas desde 1979 é, em Arapiraca/AL que o artista encontra o cenário ideal ´para a sua produção artística. Expõe em vários estados do Brasil, entre eles São Paulo – onde trabalha com designer interior. Em suas cerâmicas, potes, cabaças, bois, o artista geometriza seus traços, deixando as cores vibrarem num trabalho artístico e decorativo.

    Fonte: Livreto “Imaginário Coletivo” – SESC Alagoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s