Oliveira Lima

 

MENSAGEM PARA A RÁDIO NOVO NORDESTE AM
Por Oliveira Lima*

Meu nome completo é José Luiz de Oliveira Lima, artisticamente sou conhecido como Oliveira Lima. Sou natural da cidade de Porto Real do Colégio/AL, situada á margem esquerda do Rio São Francisco e á margem direita da BR-101 no sentido Sul – em frente ao município de Propriá/SE. Irei contar aqui um pouco da história de minha passagem pela Rádio Novo Nordeste AM, de Arapiraca/AL.

Estava na vizinha cidade de Penedo/AL, em 1976, onde fui trabalhar em dezembro de 1975, no IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), depois de ter sido aprovado em um concurso púbico. Através de um colega de trabalho, consegui uma vaga de locutor-apresentador na conceituada emissora Rio São Francisco, após ter me submetido a um teste de locução.

Fiquei sabendo através de um colega que, em Arapiraca, estaria inaugurando uma emissora de rádio AM, cujo nome era Rádio Novo Nordeste. Então me despertou o interesse em tentar um espaço na citada emissora. O meu objetivo, realmente era
progredir no rádio, como é o sonho de todo profissional da classe.

Assim, me dirigi até o município arapiraquense e procurei os estúdios da emissora. Fiz contato com os reponsáveis pela direção naquele momento, sondando a possibilidade de uma colocação na minha função. Tive felizmente uma resposta positiva e fui, em uma data agendada, submetido a um teste de locução, com um texto de Jornalismo. Imediatamente fui aprovado pelo “Sr. Duda”, coordenador que me submeteu ao teste, que era o técnico de montagem da emissora e substituía eventualmente o seu diretor de
programação, que era o Assis Gondim (in memoriam). Ele estava viajando e somente na sua volta eu teria um resultado final da aprovação, e de uma possível contratação.

Na data acertada para o resultado o diretor de programação Assis Gondim, me aprovou, e convidou para participar da programação da emissora, que estava para ser inaugurada nos próximos dias. Fizemos os acertos e, na semana seguinte, eu já iria
participar da escala de locução, ainda em fase experimental. Foi um pena que o meu emprego na cidade de Penedo, no IBGE, me impediria de participar da festa de inauguração da NN AM, no dia 20 de agosto de 1976. Mas, como já estava na escala, voltei no dia seguinte a me integrar á equipe, participando da sua programação experimental, e depois definitiva, classificada como eclética e com o slogan bem sugestivo: “UM GRANDE ESTILO EM COMUNICAÇÃO”, na frequência de 830 Khz.Providenciei logo a minha transferência do IBGE para Arapiraca, o que consegui com certa facilidade.

No princípio, participei da programação no jornalismo: ás 7h5, Novo Nordeste no ar; ás 12h30, Resenha Esportiva; ás 12h45, NN no ar – 2 Edição e ás 18h30, Resenha Esportiva – 2 Edição. Voltando ás 20h30 para apresentar o Programa Oliveira Som, até ás 23h e, que depois mudaria para Oliveira Lima. Isto, de segunda á sábado. No domingo, teria também a participação com horários alternados na escala.

No decorrer dos anos de atividade da emissora, houve várias alterações na programação e, em uma delas, passei a assumir um horário no sábado, com o título de Você Faz o Sucesso, das 9 ás 12h – que tinha uma grande audiência. Depois de alguns anos surgiu a Rádio Novo Nordeste FM na frequência 96,9, que atualmente á a 96 FM, onde tive a minha participação como noticiarista e apresentador de programas musicais, durante alguns anos.

Continuei com as minhas atividades na emissora e, sempre fui abraçando as oportunidades que surgiam, como: reportagens externas, apresentações de shows etc. Cito aqui uma apresentação que muito marcou. Foram as Gincanas Festivas que a direção
realizava todos os anos e que durou 15 anos. Era coordenada por Dona Almira Fernandes, esposa do presidente da empresa, o médico Judá Fernandes de lima e sempre acontecia por ocasião do aniversário da emissora, em 20 de agosto teve a sua apresentação inicial pelo nosso então diretor artístico, como era chamado na época Assis Gondiim, e depois assumi o comando até a última apresentação, em 1991.

Aconteceram muitos fatos interessantes durante a minha passagem pela NN que considero históricos. Isto porque tenho muito orgulho de ter participado da história da grande emissora, que é a Rádio NN AM e que foi para mim uma Faculdade de
Comunicação. Hoje uma passagem que considero histórica também. Durante a programação de um domingo quando eu estava na escala, houve a ampliação de transmissores de 1 kW em 830 Khz para 5 kW em 570 Khz. Então nos despedimos em uma
frequência, e voltamos em outra.

Quero citar alguns nomes que começaram comigo:
Locutores – Assis Gondim, Zé do Rojão, Jarbas Lúcio, Romilton Júnior (in memoriam), Reginaldo Lins, Alves Correia, Jota Sá, Iran Leide, dentre outros. depois chegaram: Nelson Filho, Carlos Eduardo Cavalcante, Jãnio Oliveira, Isve Cavalcante, José Rocha, Robson Neri, Roberto Carvalho… Lembro, também, as discotecárias Roseane e Rosângela, os vigias Agripino e Elias, que nos davam o suporte de segurança. No Jornalismo, lembro do Plínio Jayme Lins e tantos outros que no momento não recordo.
Técnicos – Erivaldo Silva, Jota Lima, Alves Correia (que era técnico de áudio também, Durval Praxedes e muitos outros grandes nomes.

Depois da Rádio NN AM passei pelas seguintes emissoras: Cultura de Arapiraca AM, 96 FM e Gazeta FM de Arapiraca. Atualmente não estou trabalhando em nenhuma emissora de rádio, mas, quem sabe, a qualquer momento, posso voltar – para a minha
satisfação e a dos ouvintes.

Deixo aqui o meu grande abraço para toda a direção daquela época que era composta pelo presidente Dr. Judá Fernandes de Lima e mais 30 sócios, para os saudosos colegas, e para a direção atual e colegas que hoje atuam na NN AM, que, em 20 de agosto de
2012, completou 36 anos no ar. Parabéns por mais um aniversário! E parabéns também ao casal Judá & Almira Fernandes por publicar a história da NN, através da edição deste livro, aos quais agradeço pela lembrança de me fazerem participar, o que muito me honra.

* José Luiz de Oliveira Lima é funcionário há muitos anos do IBGE. Locutor da Novo Nordeste AM desde a sua inauguração, mas atualmente afastado da emissora, devido ás ocupações em seu antigo emprego.

[ Fonte: Livro “A Saga da Rádio Novo Nordeste, A Pioneira”, Editora Q Gráfica – 2013 ]

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s