MINHAS MENSAGENS PREFERIDAS

01. DEUS NÃO EXISTE?
Por Jim Bishop*

DEUS NÃO EXISTE. Todas as maravilhas que nos rodeiam são acidentais. Mão todo-poderosa alguma criou os milhões e milhões de estrelas. Nasceram por si. Nenhuma força as mantém na rota certa. A Terra gira sobre si própria para evitar que os mares caiam na direção do Sol. Os bebês aprendem sozinhos a chorar quando têm fome ou dores. Uma pequenina flor criou-se a si própria a fim de que lhe extraíssemos a digitális para os corações dentes.

A Terra presenteou-se com o dia e anoite e moveu-se de modo a obter as estações. Sem os polos magnéticos, os homens seriam impedidos de navegar os oceanos de água e ar, mas o que é certo é que eles já nasceram. E o termostrato do açúcar no pâncreas? Mantém um nível de açúcar no sangue suficiente para a energia. Sem isso, todos entraríamos em coma e morreríamos.

Por que é que a neve se senta no alto as montanhas esperando pela primavera para derreter na altura precisa, de modo que os campos recém-plantados lá embaixo, nas fazendas, a possam beber? Um acidente maravilhoso.

O coração humano bate durante 70 ou 80 anos sem falhar. Como é que consegue descansar o suficiente entre duas batidas?O rim filtra o veneno do sangue e deixa passar as coisas boas. Como é que as distingue? Quem deu á língua humana flexibilidade para articular palavras e um cérebro para as perceber, negando–a porém ao resto dos animais?

Quem mostrou ao útero como acolher o amor de duas pessoas e começar a multiplicar por divisão um ovo mínimo, até que, no tempo certo, um bebê tenha o número correto de dedos, olhos, ouvidos e cabelo nos lugares apropriados e venha para o mundo quando estiver suficientemente forte para aguentar a vida?
Deus não existe?

* Jim Bishop, conhecido autor de 21 livros, inclusive “O Dia em Que Cristo Morreu” e “O Dia em Que Kennedy Foi Morto a Tiro”, faleceu em 1987. Este artigo, escrito no anos 1960, era um dos favoritos de sua mulher, Kelly.

[ Fonte: Revista “Seleções”, s/d ]

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

02. O PATRÃO BURRO
Por Jair Barbosa (Editor de Economia)

Infelizmente, ainda existe gente que vive “na idade da pedra”. Patrão, que se julga o dono do mundo, enfurnado em seu gabinete refrigerado, e nunca aparece no balcão ou na área de produção está mesmo fadado ao fracasso. E, muitos já chegaram á condição de empregado ou mesmo de desempregado. Conheço vários. É o chamado patrão burro, que não procura valorizar seu empregado, só visa o lucro, não admitindo reduzir a margem; acha que não tem concorrente, mas vai perdendo clientes aos pucos, até chegar ao fundo do poço.

Patrão burro é aquele tipo que gosta sempre de ser bajulado, ter até mesmo um assessor para segurar sua pasta e seu celular; viver sempre em evidência na mídia, principalmente nas colunas sociais, e a inda “passar por cima de todos”, como se fosse o ditador-chefe de um país. Esquece que existem princípios éticos, teimando em continuar corrupto, e sempre esperando as benesses do Governo. E também o “chorão” costumeiro, que etá em busca de uma anistia de débitos e de empréstimos graciosos.

Arrogante, achando que “quem é rei nunca perde a majestade”, esse canastrão vai sendo empurrado para o anonimato, quando seu patrimônio vai se deteriorando e os amigos sumindo. Em muitos casos, deixa de ser notícia na página de Economia e passa para a policial. Mesmo que retorne á sociedade, recupere o prestígio, nunca vai voltar á página de Economia. Mas, com certeza, volta para a social. E, com o volta.

[ Fonte: Seção “Opinião Econômica” do Jornal “Gazeta de Alagoas”, s/d ]

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmaiL.COM ]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s