Cícero Brito

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

PERFIL – Cícero Brito

Cícero Francisco de Brito, ou simplesmente Cícero Brito, nasceu no dia 21 de julho de 1955, em Arapiraca/AL. Ele é graduado em Economia pela Universidade Católica de Pernambuco, artista plástico, humorista, campeão de sinuca e assistente em administração do IFAL (Instituto Federal de Alagoas) – Campus Arapiraca, desde 1995.

Exposição no Museu Zezito Guedes – A “Ecoinspiração” já passou por vários nortes, com a temática sempre na bússola da preservação. É para lá todo o sentido da obra de Cícero Brito, que estreou a sua mostra no Museu Zezito Guedes, no dia 19 de dezembro de 2014. Com o apoio da Prefeitura de Arapiraca, suas telas ficaram expostas até o mês de janeiro de 2015. Elas expressam toda a preocupação do artista plástico em tempos de devastação ambiental. Mas este papo de preservação tão em voga hoje não era muito evidenciado quando Cícero Brito começou sua linha de abordagem, nos anos 1990.

Aos 15 anos de idade, foi taxado como “fora de série”, representando a Escola Estadual Quintela Cavalcanti, numa gincana de artes, onde vários outros colégios competiam. Depois da descoberta do dom, a técnica. Ainda adolescente, o economista teve aulas com José de Sá, “melhor paisagista de Alagoas”, segundo ele. De lá para cá, fez inúmeras exposições em locais como no antigo Bar do Paulo, no Salão de Artes, no Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, no Arapiraca Garden Shopping, no Arapiraca Moto Festival, na Casa da Cultura e na coletiva do Banco do Brasil, todos em Arapiraca, na Artnor e no Shopping Iguatemi, em Maceió/AL, e no Festival de Música e Arte de Garanhuns (PE).

Sua inspiração vem da natureza e de artistas como Rembrandt, Vicent Van Gogh, Leonardo Da Vinci, Claude Monet e Salvador Dali – esses dois últimos, seus maiores ídolos. “A obra de arte… você não precisa entendê-la; basta gostar dela, senti-la”, declara Cícero Brito.  E é justamente essa a questão. Sentir as obras dele. Suas mimeses são retratos fiéis do surrealismo bem passível de acontecer. Escreve em seus quadros matizes que mostram o futuro do planeta se não o valorizarmos, de fato.

Fontes: Site “Prefeitura de Arapiraca” – Dep. de Imprensa e Facebook “Cícero Brito”.

Contato: https://www.facebook.com/cicero.brito.10?fref=ts (Facebook).

[ Editado por Pedro Jorge / E-mail: pjorge-65@hotmail.com ]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s